Lula inaugura Quarteirão da Saúde em Diadema

O presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva inaugurou nesta segunda-feira (26) a obra mais esperada pelos munícipes de Diadema: o Quarteirão da Saúde. Entretanto, os serviços estarão em operação apenas a partir do dia 2 de junho.

Durante o rápido discurso, que durou menos de meia hora, Lula ficou impressionado com o tamanho da obra. ?Minha mulher veio fazer uma visita e a Marisa chegou em Brasília boquiaberta com a beleza disso daqui. Eu confesso Filippi (José de Filippi Jr., prefeito de Diadema) que no primeiro momento eu não tinha dimensão do que era. Eu achei que era apenas mais um pronto socorro, mas quando eu vi essa fachada, comecei a andar e a ver maquinas, ver médicos, aí eu falei que não apenas as crianças vão morrer menos em Diadema mas os velhinhos também vão viver mais?, enfatizou o presidente depois de percorrer os quatro andares e andar por cerca de 20 mil metros quadrados que compõe o complexo localizado na avenida Antonio Piranga, na região central da cidade.

?Porque na verdade não é um pronto socorro, não é um hospital, é um conjunto de coisas boas para a população. Eu espero Filippi que tenha um carrinho para carregar as pessoas porque até a pessoa acessar todos os laboratórios e todos os departamentos… Eu espero de coração que a gente possa fazer mais quarteirão da saúde como esse?, completou Lula.

O presidente reconheceu que os trabalhos atrasaram, mas que o resultado foi recompensador. ?Desde 2004, você (Filippi) me fala que precisa de um pouquinho de dinheiro do governo federal. O pouquinho que é mais do que ele colocou. Mas aí eu pensava que a gente iria inaugurar em 2005 não foi possível, imaginava que fôssemos inaugurar em 2006 não foi possível, veio 2007 e toda vez o Filippi ligava esbravejando que estava faltando dinheiro, que o novo ministro não queria dar mais verba. Era engraçado pois todo dinheiro que a gente dava o Filippi aumentava um pedaço do quarteirão da saúde, ou seja, uma coisa que no começo era pra custar R$ 25 milhões chegou a R$ 70 milhões?, disse.

Lula fez questão de dar um puxão de orelha nos gestores de outras cidades que não investem na área da saúde. ?Eu queria dar os parabéns a você, Filippi, porque muitos prefeitos brasileiros de cidades mais ricas do que Diadema deveriam passar aqui nessa avenida e deveriam voltar a sua terra com vontade de fazer igual ou melhor do que você fez?.

Ao falar da importância da inauguração, Lula se emocionou e discursou em tom inflamado. ?Meu mandato termina dia 31 de dezembro (2010), e eu tenho fé em Deus que da mesma forma que eu comecei em 1969 andando por Diadema eu vou continuar andando por Diadema a partir de 2010. Porque aqui eu preciso provar que eu não venho em busca somente de votos aqui eu tenho muitos companheiros independente do processo eleitoral?, afirmou.

Importância

O prefeito de Diadema destacou que o Quarteirão da Saúde é a obra mais importante de toda sua trajetória política na cidade. ?Eu acho que é a grande marca do meu governo. De fato esse investimento é a obra mais importante dos meus três governos. Porque a população precisava, essa é a principal demanda do povo de Diadema?, explicou José de Filippi Júnior (PT).

O Quarteirão contará com ambulatórios para atender 26 tipos de especialidades médicas, além de centros de diagnóstico por imagem, de endoscopia, odontologia e cardiopulmonar. A manutenção do local custará R$ 3 milhões por mês. Sendo R$ 2,5 milhões da prefeitura e R$ 500 mil do governo federal.

Ao todo, 900 funcionários trabalharão no equipamento de saúde que atenderá, já no primeiro ano de funcionamento, 13 mil consultas. Atualmente três mil atendimentos/mês são realizados.

Autoridades

Estiveram presentes no evento, além do presidente Lula, os ministros Luiz Marinho (Previdência), Marta Suplicy (Turismo), José Gomes Temporão (Saúde) e Franklin Martins (Comunicação Social).

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários