ABC - quinta-feira , 13 de junho de 2024

Colômbia: Filho do presidente Gustavo Petro é preso por lavagem de dinheiro

A Procuradoria-geral da Colômbia informou na manhã deste sábado que cumpriu ordem de prisão contra o filho do presidente da Colômbia, Gustavo Petro. Nicolás Fernando Petro Burgos é acusado de lavagem de dinheiro e enriquecimento ilícito. Sua ex-esposa, Daysuris Vásquez Castro, também foi presa, acusada de lavagem de dinheiro e violação de dados pessoais.

Em nota, a procuradoria informou que eles serão colocados à disposição do juízo penal municipal de Bogotá, “a quem se pedirá a legalidade dos procedimentos de busca, apreensão e apreensão de elementos materiais probatórios”, diz o comunicado. “Da mesma forma, serão feitas acusações pelos crimes mencionados e será pedida medida restritiva de liberdade”, reforça o comunicado, sem maiores detalhamentos do contexto das acusações.

Newsletter RD

Em postagem em sua conta oficial na plataforma X, o antigo Twitter, o presidente Gustavo Petro confirmou as prisões. “Como pessoa e como pai, me dói tanto a autodestruição e o fato de um dos meus filhos ir para a cadeia; como presidente da República, asseguro que o Ministério Público tem todas as garantias da minha parte para proceder nos termos da lei”, disse Petro.

O presidente colombiano desejou “sorte e força” ao filho e disse que não irá intervir ou pressionar decisões por parte da Procuradoria.

Receba notícias do ABC diariamente em seu telefone.
Envie a mensagem “receber” via WhatsApp para o número 11 99927-5496.

Compartilhar nas redes