ABC - domingo , 19 de maio de 2024

Indicação de Flávia Morando foi pela continuidade, diz Orlando

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), indicou o nome de sua sobrinha, Flávia Morando (União Brasil), como pré-candidata a prefeita. Ao RDtv desta quarta-feira (17/04), o tucano ressaltou que sua escolha foi baseada na busca pela “continuidade da gestão” e que recebeu o apoio de boa parte de seus aliados para que a empresária fosse colocada a prova em sua primeira tentativa eleitoral.

A escolha de Flávia passa pelas pesquisas feitas pela gestão. A princípio a deputada estadual Carla Morando (PSDB) era apontado como o nome para sua sucessão. Porém, a lei eleitoral não permite que parentes de até segundo grau possam disputar a eleição para cargos do Poder Executivo em sequência.

Newsletter RD

Apesar do impedimento, Orlando entendeu que de alguma forma os eleitores que aprovam a gestão queriam alguém que levasse seu sobrenome para as urnas, mesmo que não fosse Carla. “Considerando esse reflexo, isso deixa claro que as pessoas querem alguém como DNA, e acima de tudo, a certeza de continuidade da gestão que nós estamos oferecendo”.

“Claro que isso não é uma unanimidade, eu nunca sonhei em ter essa unanimidade, mas o indicativo era muito alto. A partir disso, reunimos a maior parte da nossa equipe, principalmente nos equipe de secretariado, e entendemos que ela pode cumprir esse papel”, completou.

Orlando iniciou o processo de “apresentação” de Flávia em alguns eventos que participa (Foto: Reprodução/Facebook/Orlando Morando)

Questionado sobre os vereadores que resolveram apoiar o nome do ex-vice-prefeito Marcelo Lima (Podemos) ao invés de Flávia, Orlando apenas ressaltou que respeita a decisão do grupo e que isso faz parte da democracia. Mas segue defendendo o nome de sua sobrinha como alguém que “garante a continuidade da gestão”.

PSDB

Orlando Morando afirma que nunca pensou na filiação de Flávia no PSDB. O tucano considera que seu partido não entendeu que seus eleitores estavam migrando para a direita, enquanto a legenda se posicionava no espectro do centro. Para o prefeito, faltou ao tucanato deixar clara sua posição sobre assuntos de costumes, como o caso do aborto, na qual o são-bernardense se posiciona contra.

Ao ser indagado sobre a possibilidade de sair do partido, Morando apenas disse que como não vai disputar a eleição, não teria motivos para fazer qualquer mudança neste momento.

Federado com o Cidadania, o PSDB está na chapa do deputado federal e pré-candidato a prefeito, Alex Manente (Cidadania). Apesar disso, Orlando não seguirá no apoio ao nome do parlamentar na disputa de outubro.

Receba notícias do ABC diariamente em seu telefone.
Envie a mensagem “receber” via WhatsApp para o número 11 99927-5496.

Compartilhar nas redes