Correios fecham 2021 com lucro recorrente recorde de R$ 3,7 bilhões

Os Correios fecharam em 2021 com um lucro recorrente de R$ 3,7 bilhões, resultado recorde para a estatal, com Ebitda (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 3,1 bilhões. Os números foram divulgados nesta quinta-feira, 17/3, pela companhia, que está na lista de empresas do governo federal na mira da privatização.

Segundo a estatal, o lucro de R$ 3,7 bilhões supera em 101% o valor realizado em 2020.

São os melhores índices registrados nos últimos 22 anos, informou os Correios.

“A curva ascendente apresentada nas demonstrações contábeis, em conjunto com os resultados expressivos anunciados em 2020 e 2021, reflete o êxito do projeto de recuperação financeira e de sustentabilidade econômica executados pela gestão dos Correios”, afirmou a estatal.

De acordo com a companhia, a empresa também zerou déficit de R$ 600 milhões com a operadora do plano de saúde, que vinha perdurando desde 2019.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários