Justiça abre ‘Luz na Infância 8’ em seis países contra abuso sexual de crianças

O Ministério da Justiça e da Segurança Pública deflagrou na manhã desta quarta-feira, 9, a Operação Luz na Infância 8 para identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet. Ao menos 41 pessoas foram presas em flagrante no âmbito da ofensiva que faz buscas no Brasil e em mais cinco países: Argentina, Estados Unidos, Paraguai, Panamá e Equador.

Ao todo, 176 endereços são vasculhados pela Polícia Civil de 18 Estados – São Paulo, Rio de Janeiro, Pará, Espírito Santo, Mato Grosso, Rondônia, Paraná, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Alagoas, Piauí, Bahia, Maranhão, Rio Grande do Sul e Amazonas – e por agentes dos países envolvidos.

Um primeiro balanço da operação indica que até às 10h desta quarta, 41 pessoas haviam sido presas em flagrante, 27 no Brasil, quarto no Paraguai e dez na Argentina.

Em suas sete edições anteriores, realizadas entre 2017 e 2020, a Luz na Infância já cumpriu mais de 1.450 mandados de busca e apreensão e prendeu cerca de 700 suspeitos de praticarem crimes cibernéticos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes em todo o Brasil e nos países participantes da ação.

Comentários