Boneca gigante causa atraso de 5 horas na saída da delegação russa do Rio de Janeiro

Foto: Reprodução / Twitter
Foto: Reprodução / Twitter

Se já não bastassem as filas gigantescas que provocarem recordes de atraso no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, no Rio de Janeiro, após o final das Olimpíadas, a delegação da Rússia teve que lidar com outro problema, no mínimo, inusitado.

O grupo havia trazido a tradicional boneca russa, a matrioska, em um tamanho enorme para decorar a Casa da Rússia no Rio e ela acabou ficando entalada em um dos portões do aeroporto, segundo informações do “UPI”.

O jornalista russo Dmitry Simonov, que cobria os jogos pelo site esportivo “Sport-Express”, publicou imagens do acontecimento em seu perfil no Twitter. “Uma boneca matrioska gigante da Casa da Rússia ficou entalada na porta do aeroporto. Ninguém sabe o que fazer com isso”, disse ele. A boneca causou um atraso de 5 horas na volta dos russos a seu país de origem, afirmou o jornalista.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários