Povo precisa cobrar os políticos, pede Protógenes

Protógenes tem duas emendas destinadas em 2013 para Santo André. Uma de R$ 100 mil para equipar Telecentros e a outra, de R$ 150 mil, para capacitar servidores da saúde que atuam no segmento da saúde mental.

Em entrevista exclusiva ao RD, o deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB), revelou nesta sexta (11) que o Congresso só encaminhará as grandes reformas, como as temáticas da Política e Previdência, se houver pressão e cobrança por parte das pessoas.

“As pessoas precisam se mobilizar e cobrar os políticos, pois a classe política tem medo do povo. Quando acontece qualquer manifestação ou marcha, rapidamente a direção da Câmara e do Senado se movimentam para desengavetar temas pertinentes”, disse.

Com reconhecimento nacional devido ao caso da Operação Satiagraha, Protógenes fez um balanço positivo do primeiro mandato em Brasília, mas reconheceu que o ritmo é “difícil” “Nem sempre as coisas andam como a gente quer. Eu, por exemplo, fui o parlamentar que mais apresentei pedidos de investigação através de CPIs. Infelizmente, só uma foi aprovada”, disse o deputado, referindo-se à comissão que investigou o caso Cachoeira.

Postulante a reeleição, Protógenes tem percorrido a região, pois tem vínculo principalmente com Santo André. “Eu morei aqui. Por isso sempre acompanho e, inclusive, tenho emendas destinadas para cá”.

Foram duas emendas destinadas em 2013 para Santo André. Uma de R$ 100 mil para equipar Telecentros e a outra, de R$ 150 mil, para capacitar servidores da saúde que atuam no segmento da saúde mental.  

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários