ABC - quarta-feira , 19 de junho de 2024

Programa Acredita ainda gera dúvidas para especialistas

O Governo Federal lançou em abril o Programa Acredita, um conjunto de ações que buscam focar na geração de emprego e renda e no desenvolvimento econômico e social, principalmente para os micros e pequenos empreendedores. Porém, a medida ainda gera uma série de dúvidas, principalmente sobre como será realizada a orientação e a educação financeira desses grupos em relação ao futuro.

No RD Momento Econômico  – Debate, da última sexta-feira (03/06), o presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de São Caetano, Alexandre Damásio, e o empreendedor e professor de pós-graduação em Varejo Popular da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV/EAESP), Marcelo Doria, apontaram a necessidade de ações para orientar os MEIs (Microempreendedores Individuais) e os pequenos empreendedores na gestão das empresas, tanto na busca de crédito quanto no refinanciamento de dívidas, dois dos principais pontos do programa.

Newsletter RD

“Quando você privilegia uma renegociação de uma dívida sem o pilar de organização de gestão e governança, seja na vida pessoal ou na sua empresa, você está fadado a efetivamente se enrolar”, aponta Damásio.

Damásio e Doria ainda buscam entender qual será o papel do Sebrae dentro do Programa Acredita (Foto: Reprodução/RDtv)

“Como programa vai trazer uma linguagem simples onde essa pessoa vai renegociar a sua dívida? Como ela vai fazer com o seu possível Capital para gerenciar sua empresa?”, questiona Marcelo Doria.

Eixos

O Programa Acredita é dividido em quatro eixos. O primeiro visa oferecer microcrédito para os microempreendedores que que estão cadastrados no Cad Único. O Fundo Garantidor de Operações conta com um aporte de inicial de R$ 1 bilhão, sendo 50% disponibilizado para este ano.

O segundo eixo é o apoio direto para MEIs e MPEs (Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), oferecendo linhas de crédito e a renegociação de dívidas com base no programa Desenrola, existente para pessoas físicas.

Outros dois eixos são voltados para o crédito imobiliário, assim ajudando estes grupos para que possam obter um imóvel. E o Eco Invest Brasil para garantir proteção cambial para incentivar investimentos em propostas sustentáveis.

Receba notícias do ABC diariamente em seu telefone.
Envie a mensagem “receber” via WhatsApp para o número 11 99927-5496.

Compartilhar nas redes