ABC - domingo , 19 de maio de 2024

Trump quebra recorde e arrecada mais de US$ 50 milhões em jantar na Flórida

Evento foi realizado em Palm Beach, na casa do investidor John Paulson. A arrecadação estabeleceu um novo recorde de cifras conseguidas em um único evento (Foto: Banco de Imagens)

A campanha do ex-presidente americano Donald Trump apontou que um evento do republicano arrecadou US$ 50,5 milhões no sábado, 6, um montante que ficou acima das expectativas dos organizadores, em meio aos esforços de Trump para alcançar as quantias arrecadadas pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o Partido Democrata.

O evento foi realizado em Palm Beach, na casa do investidor John Paulson. A arrecadação estabeleceu um novo recorde de cifras conseguidas em um único evento e é quase o dobro dos US$ 26 milhões que a campanha de Biden disse ter arrecadado recentemente em um comício com os ex-presidentes Bill Clinton e Barack Obama no Radio City Music Hall, em Nova York.

Newsletter RD

“Está mais claro do que nunca que temos a mensagem, a operação e o dinheiro para impulsionar o presidente Trump à vitória no dia 5 de novembro”, afirmaram os seus conselheiros seniores de campanha, Chris LaCivita e Susie Wiles, em um comunicado.

O evento, anunciado como o “Jantar Inaugural da Liderança”, envia um sinal de um ressurgimento da arrecadação de fundos de Trump e do Partido Republicano, que ficou atrás de Biden e dos democratas.

“Esta foi uma noite incrível antes mesmo de começar, porque as pessoas queriam contribuir para uma causa que tornaria a América grande novamente, e foi isso que aconteceu”, disse Trump brevemente aos repórteres ao chegar ao evento com sua esposa Melania Trump.

Trump e o Partido Republicano anunciaram no início da semana que arrecadaram mais de US$ 65,6 milhões em março e fecharam o mês com US$ 93,1 milhões no total. Biden e os democratas anunciaram no sábado que arrecadaram mais de US$ 90 milhões no mês passado e tinham mais de US$ 192 milhões em mãos.

Dificuldades

Trump inicialmente teve dificuldades para atrair grandes doadores, porque muitos estavam apoiando outras candidaturas nas primárias republicanas. Porém, com a nomeação de Trump, os doadores passaram a investir dinheiro em sua campanha.

As contribuições para o evento irão para o Comitê Trump 47, de acordo com o convite, um acordo conjunto de arrecadação de fundos com o Comitê Nacional Republicano, os partidos republicanos estaduais e o Save America, um comitê de ação política que paga a maior parte das contas legais de Trump.

Horas antes da arrecadação de fundos, Trump reclamou sobre o juiz de seu próximo julgamento em Nova York. O ex-presidente mais uma vez comparou-se ao falecido Nelson Mandela, que foi preso durante anos pelo antigo governo de apartheid da África do Sul antes de se tornar presidente.

Em resposta, Jasmine Harris, uma funcionária da campanha de Biden, disse: “Imagine ser tão egocêntrico a ponto de se comparar a Jesus Cristo e a Nelson Mandela, tudo num espaço de pouco mais de uma semana: este é Donald Trump”. (COM ASSOCIATED PRESS)

Este conteúdo foi traduzido com o auxílio de ferramentas de Inteligência Artificial e revisado por nossa equipe editorial. Saiba mais em nossa Política de IA em www.estadao.com.br/link/estadao-define-politica-de-uso-de-ferramentas-de-inteligencia-artificial-por-seus-jornalistas-veja/ .

Receba notícias do ABC diariamente em seu telefone.
Envie a mensagem “receber” via WhatsApp para o número 11 99927-5496.

Compartilhar nas redes