Comandantes das Forças Armadas lamentam morte de Roberto Godoy: ‘Grande profissional’

Comandantes das Forças Armadas lamentaram a morte do jornalista especializado em Defesa Roberto Godoy, que morreu nesta sexta-feira, 29, aos 75 anos. O general Tomás Ribeiro Paiva, comandante do Exército, e o brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno, comandante da Aeronáutica, ressaltaram a importância do trabalho jornalístico de Godoy para o País.

“Recebo com profundo pesar a notícia da morte do jornalista Roberto Godoy, profissional competente e respeitado, que prestou inestimável contribuição ao jornalismo. Transmito minha solidariedade aos familiares, amigos e profissionais da imprensa brasileira, e minha continência ao trabalho desenvolvido pelo amigo Roberto Godoy”, disse Ribeiro Paiva.

Newsletter RD

O general também mencionou a relevância do trabalho de Godoy. “Destacado conhecedor de temas militares, contribuiu sobremaneira para a divulgação do trabalho do Exército Brasileiro, assim como com a Defesa de nosso País, em debates, matérias e coberturas”, afirmou.

O brigadeiro Damasceno, comandante da Aeronáutica, ressaltou a perda de “um grande profissional” e de “um correto cidadão”, tido como “referência”. “Sua importância ao tratar de nossa agenda militar nos fez, ainda mais, reconhecidos. Assim, seu papel foi fundamental nesta vertente do jornalismo, onde cada notícia veiculada era fundamental para esclarecer o real papel de nossas Forças”, disse. “Que nesta Sexta-feira Santa Deus o bem receba.”

Roberto Godoy foi um dos mais premiados jornalistas de sua geração. Nasceu em Campinas em 18 de janeiro de 1949 e começou a trabalhar cedo no Correio Popular, jornal da família na cidade, do qual seus pais eram sócios minoritários. Começou a acumular prêmios desde muito jovem. Foi contratado pelo Estadão como chefe da Sucursal de Campinas.

O jornalista começou carreira como repórter no campo de Defesa nacional e internacional na década de 1970, tema em que se tornou uma das maiores referências do País. Atualmente, fazia uma participação semanal no “Estado de Alerta com Roberto Godoy”, que estreou em outubro de 2021.

General Tomás Ribeiro Paiva, comandante do Exército

Recebo com profundo pesar a notícia da morte do jornalista Roberto Godoy, profissional competente e respeitado, que prestou inestimável contribuição ao jornalismo.

Destacado conhecedor de temas militares, contribuiu sobremaneira para a divulgação do trabalho do Exército Brasileiro, assim como com a Defesa de nosso País, em debates, matérias e coberturas.

Transmito minha solidariedade aos familiares, amigos e profissionais da imprensa brasileira, e minha continência ao trabalho desenvolvido pelo amigo Roberto Godoy.

Brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno, comandante da Aeronáutica

Que triste notícia!

Sua importância ao tratar de nossa agenda militar nos fez, ainda mais, reconhecidos. Assim, seu papel foi fundamental nesta vertente do jornalismo, onde cada notícia veiculada era fundamental para esclarecer o real papel de nossas Forças.

Perdemos um grande profissional e um correto cidadão. Perdi uma referência de nossa imprensa especializada.

Que nesta Sexta-Feira Santa Deus o bem receba!

Receba notícias do ABC diariamente em seu telefone.
Envie a mensagem “receber” via WhatsApp para o número 11 99927-5496.

Compartilhar nas redes