Queda de ônibus em ribanceira deixa 10 mortos e 21 feridos no Paraná

Dez pessoas morreram e 21 ficaram feridas, na noite desta quarta-feira, 30, depois que o ônibus em que elas viajavam caiu de uma ribanceira, em Sapopema, no norte do Paraná. O ônibus havia saído de Três Lagoas (MS), levando 39 operários para trabalhar em uma indústria de celulose, em Telêmaco Borba (PR). O acidente aconteceu no km 268 da PR-090, em um trecho da Serra Fria. O coletivo caiu de uma ribanceira de quase 20 metros e capotou várias vezes.

Conforme a Polícia Rodoviária Estadual paranaense, chovia no momento do acidente e havia pouca visibilidade. No trecho, havia uma curva fechada. O veículo, com placas de Dracena (SP), saiu da pista e despencou na ribanceira. Alguns passageiros foram arremessados para fora, enquanto outros ficaram presos às ferragens. Viaturas de resgate do Corpo de Bombeiros e ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de várias prefeituras da região foram mobilizadas para socorrer as vítimas.

Os feridos foram levados para o Hospital Municipal de Sapopema e de outras cidades do norte do Paraná. Os corpos das vítimas, entre elas o motorista do ônibus, foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Londrina. Na manhã desta quinta-feira, vários corpos ainda aguardavam identificação. O ônibus era da Engemec, empresa terceirizada da Klabin, a indústria de celulose para onde os trabalhadores seguiam.

De acordo com a Klabin, eles eram contratados pela Engemec para fazer a manutenção da unidade. A empresa lamentou o acidente e informou que presta apoio à sua terceirizada. Já a Engemec lamentou o acidente e disse que presta assistência às vítimas e suas famílias. Também colabora com a investigação das causas do acidente. A Polícia Civil de Sapopema abriu inquérito e aguarda laudos da perícia para apurar o que causou o acidente.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários