Procura por vacinas contra covid-19 cresce 11,2% no fim de ano no ABC

Diadema também ampliou a cobertura vacinal na última semana do ano (Foto: Mauro Pedroso/PMD)

Os postos de saúde do ABC registraram aumento de 11,2% na procura por vacinas contra a covid-19. Isso porque os casos da doença voltaram a subir nas últimas semanas e os diagnósticos assustaram aqueles que ainda não haviam sido vacinados com a primeira dose, dose única ou de reforço. A média semanal, de 770 aplicações entre as sete cidades, passou para 857, e para ampliar ainda mais a cobertura vacinal, os governos municipais intensificaram campanhas nas redes sociais para que a população se vacine.

Nos meses sem festividades, São Caetano vacinava, em média, 350 pessoas a cada sete dias. Já no período que antecedeu as festas de fim de ano, entre 23 e 30 de dezembro, o número saltou para 496 aplicações na semana. Foram cerca de 70 aplicações ao dia (10 com primeira dose e 60 com segunda e/ou reforço). Dados divulgados pela prefeitura mostram que, até a véspera do Ano Novo, 31 de dezembro, 135.253 pessoas haviam sido vacinadas com a primeira dose e 132.837 com a segunda dose e/ou dose de reforço.

Santo André vacinava, em média, 170 pessoas contra covid-19 ao dia, mas na semana do Natal e Ano Novo, este número saltou para 199, com 1.395 imunizados dentro do período de sete dias na cidade. Foram 606.144 vacinados com a primeira dose até o dia 30 e 575.569 imunizados com a segunda dose e/ou dose de reforço. Ribeirão Pires também saltou da média de 25 vacinados ao dia para 31, com o total de 223 imunizados em imunizados entre os dias 23 e 31 de dezembro. Foram 95.471 e 94.816 imunizados com primeira e segunda dose e/ou dose de reforço, respectivamente.

Em São Bernardo as buscas pela vacina contra a covid-19 também saltaram significativamente nos últimos dias do ano. Até a primeira quinzena de dezembro, cerca de 175 pessoas eram vacinadas na cidade diariamente, mas o número saltou para 187 na semana de festas. Entre os dias 23 e 30 de dezembro, 1.315 pessoas foram imunizadas, contabilizando 663.603 vacinados com a primeira dose e 639.616 imunizados com a segunda dose e/ou dose de reforço.

Diadema, que vacinava em média 145 pessoas ao dia, imunizou cerca de 152 munícipes ao dia entre 23 e 30 de dezembro, total de 1.067 no período. Dados das Secretaria Municipal de Saúde revelam que, até o momento, 337.625 pessoas foram imunizadas com a primeira dose e outras 311.729 pessoas foram imunizadas com segunda dose e/ou dose única.

Rio Grande da Serra manteve a média de 50 imunizados ao dia no período de festividades e totalizou 350 vacinados na semana do Natal e Ano Novo. Até o momento, a cidade registrou 32.954 aplicações de primeira dose e 35.883 aplicações da segunda dose e/ou dose de reforço. Já Mauá saltou da média de 155 vacinações ao dia para 168 na semana do Natal e Ano Novo, com o total de 1.179 aplicações no período. Até o momento, 329.973 pessoas se imunizaram com a primeira dose na cidade e outras 320.492 com a segunda dose e/ou dose de reforço.

São Caetano lidera vacinação no ABC

Até a última quinta-feira (30/12), quando as prefeituras do ABC divulgaram os mais recentes balanços de vacinação, São Caetano liderava o ranking de imunização no ABC com o maior número de imunizados com as duas doses (81,61% da população), seguido de Santo André (79,51%), Ribeirão Pires (75,71%), São Bernardo (75,26%), Diadema (72,57%), Rio Grande de Serra (68,99%) e Mauá com 66,53% da população imunizada.

Segundo a medicina, se faz necessário receber a segunda aplicação e/ou dose única, uma vez que há menos chance de se ter a doença na forma mais grave.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários