Mourão: Salles tem olhar economicista do meio ambiente e visão correta das coisas

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta sexta-feira, 16, que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, tem uma visão “economicista da questão do meio ambiente” e “correta das coisas”. Nesta semana, Salles foi alvo de uma notícia-crime enviada ao Supremo Tribunal Federal acusado de agir em favor de investigados na Operação Handroanthus GLO sobre extração ilegal de madeira na Amazônia.

A notícia-crime foi apresentada pelo superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Alexandre Saraiva, que foi exonerado do cargo ontem. Questionado, Mourão minimizou o episódio alegando ser assunto da “cozinha interna” da PF. “Eu espero que o próximo superintende que assuma (a PF do) Amazonas continue a empreender as mesmas ações que o Saraiva vem empreendendo”, disse em conversa com jornalistas nesta manhã na chegada à Vice-Presidência.

Sobre a atuação de Salles, o vice-presidente destacou que o ministro é “articulado” e que defende o pagamento ao Brasil pelos serviços ambientais prestados. “Salles é um camarada extremamente articulado. Ele tem uma visão economicista da questão do meio ambiente”, disse.

“Ele (Salles) coloca que nós até 2017 capturamos uma quantidade enorme de toneladas de carbono e isso aí não foi pago. Ainda é uma discussão do artigo sexto do Acordo de Paris. Então, acho que o Ricardo tem uma visão correta das coisas”, opinou Mourão. O pagamento por serviços ambientais foi um dos pontos defendidos pelo presidente Jair Bolsonaro em carta enviada na quarta-feira, 14, a Joe Biden, presidente dos Estados Unidos.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários