Ex-presidente da França Nicolas Sarkozy é indiciado por associação criminosa

(Foto: Reprodução Twitte @2017_Sarkozy)

O ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, foi indiciado nesta sexta-feira, 16, por suspeita de associação criminosa. Sarkozy é acusado pela Justiça francesa de ter recebido financiamento do governo líbio – à época, dirigido pelo ditador Muammar Kadafi – em sua campanha de 2007. De acordo com o jornal francês Le Figaro, o ex-presidente foi ouvido nas últimas semanas por juízes responsáveis pelo caso.

Essa não é a primeira investigação contra Sarkozy. O ex-líder francês foi indiciado em março de 2018 por corrupção passiva, ocultação de desvio de fundos públicos e financiamento ilegal de campanha, sendo colocado sob supervisão judicial. Uma denúncia complementar abriu caminho para o agravamento do caso. Durante a sua última audiência, em junho de 2019, Nicolas Sarkozy se declarou “totalmente inocente neste caso”, denunciado uma “conspiração”. (Com agências internacionais).

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários