Prefeituras do ABC mantêm entrega de kits merenda para 182,2 mil alunos

(Foto: Adriana Horvath/PMD)

As secretarias municipais de Educação do ABC confirmaram que vão manter as estregas diárias dos kits merendas, medida que faz parte do plano para ajudar famílias de alunos menos favorecidos e que estudam nas escolas municipais da cidade. Em seis, das sete cidades da região, 182,2 mil alunos serão contemplados com a quarta doação de kits. Rio Grande da Serra não se pronunciou até o fechamento da matéria.

São Bernardo tem ação voltada para 82 mil alunos matriculados na rede de ensino, por meio do Cartão Merenda Escolar. A medida disponibiliza auxílio-alimentação no valor de R$ 85 mensais, por criança matriculada, desde abril deste ano. O cartão é destinado para compra de alimentos e itens essenciais e vem sendo carregado mensalmente, sendo que em julho chegou à sua quarta recarga, com 70 mil cartões distribuídos.

Em Santo André o programa Merenda em Casa, que tem como objetivo oferecer alimentação adequada às famílias de estudantes leva kit de alimentos todo mês para aproximadamente 35 mil alunos (entre estudantes da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos e creches conveniadas). O kit é composto por itens como arroz, feijão, leite em pó e macarrão, além de frutas e legumes como maçã, batata, cenoura e chuchu.

Desde o início do programa, em abril, foram realizadas três entregas de kits. A quarta entrega começa nesta quinta-feira (30), e deve acontecer durante todo o mês de agosto. Em cada ação do programa, realizado pela Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André) em parceria com a Secretaria de Educação, são investidos R$ 3,5 milhões.

Na última segunda-feira (27), Diadema iniciou a quarta entrega do kit alimento para 33 mil alunos da rede municipal. O programa Aluno em Casa, Merenda na mesa, garante kit com arroz, feijão, açúcar, sal, óleo, fubá, leite em pó, macarrão e extrato de tomate e foram feitos de acordo com o que seria consumido na escola. Pais e alunos podem conferir o dia e horário no site da Prefeitura de Diadema ou pelo link: http://www.diadema.sp.gov.br/attachments/article/25873/PDF_data_escolas_4etapa.pdf.

Em São Caetano, o Cartão Merenda em Casa foi entregue para 22 mil alunos da rede de ensino, e vem sendo carregado com R$ 90 mensalmente, para que os estudantes possam comprar alimentos em mais de 250 estabelecimentos comerciais cadastrados pela Prefeitura (lista fica disponível no Portal da Educação). São investidos em média R$ 1.900.800,00 mensais com o benefício.

Já em Mauá, a Prefeitura disponibiliza o cartão merenda em casa para 20 mil alunos da rede, com valor de R$ 60 ao mês. O gasto mensal com a aplicação do programa na cidade está em torno de 1.030.000,00. Em Ribeirão Pires, dos 7,5 mil alunos, somente 2.200 são beneficiados com o programa Cartão Merenda Escolar, com auxílio alimentação de R$ 60 ao mês por aluno. Com o crédito, podem ser comprados alimentos perecíveis (carnes, hortifruti, por exemplo) e não perecíveis nos comércios locais credenciados que aceitem o cartão ACCredito.

Volta às aulas

Sem data definida para o retorno das aulas presenciais, as cidades analisam a continuidade do programa. Em São Caetano, uma pesquisa junto aos pais e responsáveis ainda vem sendo feita para discutir o tema, assim como segue em discussão a continuidade do benefício. Já as prefeituras de Santo André e São Bernardo informaram que os programas serão mantidos enquanto durar a pandemia. Ribeirão Pires, Mauá e Rio Grande da Serra não informaram.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários