Campanha de imunização contra o sarampo chega ao ABC

Campanha atinge três cidades da região (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Estado da Saúde ampliou para três cidades da região (Santo André, São Bernardo e São Caetano) a imunização contra o sarampo nos jovens na faixa de 15 a 29 anos. Com exceção de São Bernardo, que inicia a imunização somente na sexta-feira (12/7), cerca de 900 adultos da região, somados a Guarulhos e Osasco, vão receber a imunização a partir de quinta-feira (11/7). No dia 20 de julho, o governo promove o ‘Dia D’ de imunização, com doses extras.

Especificamente na cidade de São Paulo, a campanha está em curso desde 10 de junho, com a meta de vacinar 2,9 milhões de paulistanos com idade entre 15 a 29 anos. Até o dia 1º de julho, o município imunizou cerca de 47 mil pessoas. Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) das três cidades citadas na reportagem aplicarão a vacina, das 8h às 17h, de segunda à sexta.

Região registra 22 ocorrências

De acordo com informações do Estado, do total de 206 casos de sarampo confirmados em São Paulo desde o início do ano, 22 se concentram no ABC. Santo André registrou pelo menos 12 ocorrências da doença, enquanto em São Bernardo foram sete e São Caetano nenhuma ocorrência. Nas demais cidades da região o cenário foi: Diadema (1), Ribeirão Pires (2), Mauá e Rio Grande da Serra não contabilizaram.

O Centro de Vigilância Epidemiológica estadual mantém monitoramento no Estado e pode mobilizar campanhas em outros municípios. De acordo com a diretriz do Ministério da Saúde, todas as Prefeituras devem fazer bloqueios diante de notificações de casos suspeitos.

A orientação da diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica, Regiane de Paula, é que todos os jovens, na faixa etária do público-alvo, recebam a segunda dose para evitar complicações. “Nosso objetivo com a campanha é que a circulação do vírus seja interrompida e que não haja surtos”, explica ao lembrar da importância da imunização dos profissionais da saúde das redes pública e privada “Neste público a preocupação é ainda maior considerando a possibilidade de contato com pessoas infectadas”, acrescenta.

Vacina

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. Há contraindicação para gestantes e imunodeprimidos, como pessoas submetidas a tratamento de leucemia e pacientes oncológicos.

Sintomas

Entre os principais sintomas estão febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular e mal-estar intenso. Os sintomas podem incluir ainda manchas avermelhadas no rosto que podem progredir para os pés e dores na boca. “Sem cuidado específico a doença pode afetar ainda o sistema nervoso central e causar até mesmo uma infecção”, lembra a especialista.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários