Forte chuva castiga o ABC e provoca morte em São Bernardo

A chuva forte de quase uma hora, na tarde desta sexta-feira (23), causou muitos prejuízos e pegou de surpresa muita gente que fazia compras na Black Friday e também quem saia do trabalho, por volta das 17h. Segundo informações da Prefeitura de São Bernardo, uma pessoa morreu durante o temporal. O trânsito e o transporte coletivo parou em vários pontos. A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informou que as composições não circularam entre as estações de Capuava e São Caetano.

São Bernardo foi muito castigada pela chuva. Uma pessoa acabou falecendo afogada. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima faleceu na praça Samuel Sabatini, ao lado do Paço Municipal. Em nota a prefeitura de São Bernardo informa que o município registrou chuvas de 45 mm, entre 16h47 e 18h17. A quantidade prevista para 24 horas era de 11 mm, ou seja, a chuva foi quatro vezes maior. Pontos de alagamento foram registrados na cidade, principalmente na região central, nas ruas Jurubatuba e Marechal Deodoro, nas proximidades do prédio do Paço e trechos da avenida Brigadeiro Faria Lima.

Em Santo André o muro de arrimo ruiu no Cemitério da Vila Pires expondo as sepulturas. A avenida do Estado ficou alagada na altura do Moinho São Jorge, próximo ao Centro, por conta do transbordamento do Tamanduateí. A água invadiu o Grand Plaza Shopping e os lojistas tiveram que fazer mutirão para expulsar a água do centro de compras.

Às 20h, o Corpo de Bombeiros informou que das 118 ocorrências realizadas, 117 eram oriundas do ABC. Em Mauá, os bombeiros informaram que houve o desabamento de uma cada na rua Cedro. Duas viaturas foram encaminhadas para o local e não houve vítimas.

Parques Fechados

À noite o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB) destacou que os parques estarão fechados no sábado (24/11). “Pessoal hoje, infelizmente, tivemos uma das maiores chuvas já registradas na cidade; em menos de 2 horas, choveu 94 milímetros, isso é quase a quantidade esperada para o mês inteiro de 140 milímetros”, relatou.

Para que todas as equipes de serviço no final de semana devem ajudar a Defesa Civil andreense nos serviços de auxílio à comunidade. “Todos os parques da cidade estarão fechados amanhã e os eventos foram cancelados para que todas as equipes sejam solidárias à Defesa Civil”, declarou Serra. Os trabalhos devem durar toda a madrugada para minimizar os danos. “O momento é de grande mobilização e ajuda”, concluiu Serra.

Em Diadema, o maior ponto de alagamento foi o Largo de Piraporinha, onde carros flutuaram. Um muro do Campo do Jardim Casa Grande desmoronou. O bairro também ficou sem energia elétrica. Segundo a Prefeitura houve deslisamento de terra no bairro Sítio Joaninha e a Defesa Civil do município está atuando para minar os danos causados no local.

 

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários