Camisa Vermelha e Branca vence Carnaval de São Bernardo

Em uma disputa bastante acirrada e animada com muitos gritos, buy cialis a Camisa Vermelha e Branca faturou na tarde de quinta-feira (2) o título de campeã do Carnaval de São Bernardo ao conquistar 96, pilule 5 pontos com o tema Das Trevas à Luz… A Espada da Liberdade. A apuração foi realizada no ginásio Poliesportivo Cidade de São Bernardo e contou com a participação de muitos torcedores, que a cada nota divulgada pulavam e sacudiam as bandeiras nas arquibancadas. Em segundo lugar ficou a Mocidade Alegre de São Leopoldo (95,5 pontos) e a terceira colocação foi ocupada pela Renascente de São Bernardo (93 pontos).

Quase sem fôlego para comentar o resultado, a presidente da Camisa Vermelha e Branca, Jaidete Maria Ferreira, ajoelhou e rezou uma ave-maria e um pai-nosso na hora em que recebeu o troféu de campeã. “Prometi essa vitória à minha mãe que morreu no ano passado e agora conseguimos. Ano que vem a escola virá, com certeza, com mais garra para a avenida”, disse.

Já a Tradição da Vila, que perdeu 10 pontos por atrasar 30 minutos a entrada na passarela do samba, foi rebaixada para o grupo 2, que teve como campeã a Vivência do Samba e conseguiu acesso ao grupo 1 com o enredo As faces do amor. “Essa vitória veio para lavar a alma”, declarou o presidente Márcio Eduardo Silva Rocha, ao protestar a nota atribuída à bateria, 9,5. “Sempre nossa bateria foi nota 10”, contou.

Durante a divulgação das notas dos jurados três escolas do grupo 2 tiveram 96,5 pontos: Acadêmicos de Vila Baeta Neves, Gaviões do Morro (que em alguns momentos chegou a liderar a classificação) e Mocidade Independente de Padre Lustosa. Para definir a classificação, dois quesitos (bateria e harmonia) foram julgados. Com a avaliação, a Padre Lustosa, com 10 de bateria, ficou em terceiro, a Gaviões do Morro, com 9,5 de bateria e 10 de harmonia, conseguiu o quarto lugar e a Acadêmicos de Vila Baeta Neves, com 9,5 de bateria e 9,5 de harmonia, foi a última colocada e teve de ser rebaixada para o grupo de Pleiteantes. Em segundo lugar ficou a Rosas Negras.

Acesso

Já a pleiteante Império do Jardim Lavínia vai disputar o Carnaval de 2007 no grupo 2. Segundo o presidente da agremiação, José Cláudio dos Santos, o resultado não era esperado e atribuiu a pouca confiança pelo fato de a escola ter desfilado sem quatro alas. “O ônibus atrasou e as fantasias tiveram de ser colocadas no carro alegórico”, justificou.

Revoltados com o resultado, os integrantes da Acadêmicos de Vila Vivaldi, que também buscava acesso ao grupo 2, disseram que faltou justificativa dos jurados para as notas dadas no quesito enredo. “Como uma escola que desfila sem quatro alas tira 10 e nós que desfilamos com 11 tiramos 9 no enredo?, questionou o presidente Reginaldo Mariano de Almeida.

Mauá

Em Mauá, a escola vencedora foi a Acadêmicos do São João, que contou a própria história na avenida Portugal, local dos desfiles. O segundo lugar ficou com a União da Vila e em terceiro foi a vez da Unidos do Silvia Maria.

Diadema

Com o enredo que mostrava a formação do povo brasileiro, a Estopim da Fiel faturou o título de campeã do Carnaval de Diadema. O segundo lugar foi conquistado pela Raposo do Campanário.

São Caetano

Já a Tradição da Ponte levou a melhor do Carnaval de São Caetano e foi eleita terça-feira (28), durante apuração dos votos, a campeã. A agremiação conquistou 95 pontos e ficou com apenas um ponto atrás da Império de Vila Paula. A Acadêmicos da Vila Gerty ficou em terceiro e a quarta colocação foi conquistada pela União da Ilha da Prosperidade, que perdeu cinco pontos por atraso no desfile e 10 por se apresentar com menos de 250 componentes.

Comentários