Colégio Renil aposta em diferenciais para ganhar curso de medicina

Desde que foi confirmada pelo Ministério da Educação (MEC) como uma das 39 cidades do País que receberão novos cursos de medicina, Mauá passou a ser alvo de interesse de alguns dos principais grupos de educação brasileiros.

Universidades como São Judas, Anhanguera e Mackenzie já demonstraram interesse em formar médicos na cidade e aguardam o edital ser lançado pelo MEC para oficialmente entrar na disputa.

Essa briga de pesos-pesados vai contar com um concorrente que, apesar de ser menor, está confiante que tem condições de sair vitorioso. É o Colégio Renil, que há mais de uma década atua em Mauá oferecendo cursos técnicos, principalmente na área da Saúde, como Enfermagem.

Edital e diferenciais
O edital que o MEC vai lançar tem como objetivo definir qual instituição de ensino será responsável por ofertar o curso de medicina em Mauá. Já está determinado que serão 60 vagas disponíveis. Apenas uma instituição poderá ser escolhida.

O Colégio Renil aposta em uma vantagem que nenhum concorrente tem: já possui um prédio novo, quase finalizado, pensado sob medida para abrigar a faculdade de medicina.

“Nossa vantagem é que estamos com o prédio praticamente pronto. Construímos 4 mil metros. Vamos participar assim que o edital for lançado, com o objetivo de ser uma das concorrentes e possivelmente vencer e ter a honra de sediar a primeira faculdade de medicina de Mauá”, afirma o diretor do Colégio Renil, Paulo Roberto Amianti, em entrevista ao RD.

O Renil aposta ainda em outro diferencial, que é o fato de ser uma instituição de ensino genuinamente da cidade, ao contrário das universidades concorrentes. A expectativa é que o edital do MEC seja elaborado de uma forma que valorize essa característica.

“Na área de Enfermagem o Colégio Renil já é uma referência em ensino técnico. No ano passado recebemos um prêmio da Abese (Academia Brasileira de Especialistas e Enfermagem) que nos colocou entre as melhores instituições de ensino técnico no Brasil”, afirma Amianti. “Esses diferenciais nos gabaritam a concorrer nesse edital em pé de igualdade com os possíveis concorrentes que possam a vir a disputar”.

Não há previsão de quando o edital será publicado pelo Ministério da Educação.

Histórico
O Colégio Renil iniciou as atividades há 12 anos, originalmente com o nome de Colégio Roman. Passou de 58 alunos naquela época para quase 2 mil hoje. Possui 15 cursos, está instalado em um prédio de 5 andares e tem 22 salas de aula.

A instituição de ensino fica na rua Luiz Lacava, no centro de Mauá. O prédio que poderá abrigar a futura faculdade de medicina está sendo construído ao lado do colégio.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários