Teixeira: Regulamento foi imposição da Globo

O Presidente do São Bernardo falou sobre tudo na entrevista. Foto: Rodrigo Lima

Luiz Fernando Teixeira, presidente do São Bernardo, está descontente com o regulamento do Campeonato Paulista. Em entrevista exclusiva ao RD, o cartola revelou que quem organizou o campeonato só pensa nos grandes clubes. Para Teixeira, não adiantou tentar mudar o regulamento, pois foi uma imposição da Rede Globo, em razão da Copa do Mundo. Sobre o time, Luiz Fernando garantiu que, se permanecer na Copa do Brasil, vai tentar segurar todos os jogadores e que apenas o atacante Careca está dispensado. Teixeira também afirmou que o técnico Edson Boaro será o treinador do presidente para 2015. A entrevista com o dirigente está disponível na íntegra no nosso site www.reporterdiario.com.br Veja alguns trechos:

RD: Como você analisa a campanha do São Bernardo neste Campeonato Paulista?

Luiz Fernando: Foi a melhor campanha do time. É o terceiro campeonato que disputamos. No primeiro ano caímos para A2, ano passado só na última rodada e esse ano foi bem. Já garantimos a permanência na 9ª rodada e brigamos até a penúltima por classificação. Foi um ano que não tivemos nosso patrocinador master, mas montamos um bom time e surpreendemos muita gente.

RD: Foi muito comentada a questão da injustiça do regulamento do Campeonato Paulista. O que você pensa em relação a isso?

Luiz Fernando: Eu reclamei de cara. Coloquei o meu protesto na federação, mas foi uma imposição. Eu disse que seria injusto, disse que times com campanhas menores do que outros estariam classificados. O Corinthians com 21 pontos e o São Bernardo com 20 estão fora, o Penapolense com 19 pontos está dentro. Foi privilegiado a sorte ou o azar no sorteio e não o desempenho no campeonato. Creio que essa fórmula não deva permanecer para o ano que vem.

RD: Em outubro de 2013 todos os dirigentes estavam na Federação Paulista e aceitaram o regulamento do campeonato. Como é essa votação para a aceitação do regulamento?

Luiz Fernando: Todas as decisões existem um conselho técnico, esse conselho aprova ou desaprova. O que foi nos reportado é que não haveria debate, em virtude de uma imposição da televisão, por causa da Copa do Mundo. Tentei debater em relação à Justiça dessa fórmula, mas fui voto vencido. Não tinha como falar nada, pois foi uma imposição da Rede Globo. É ela quem paga a conta, os clubes montam seus times com a verba da Federação Paulista de Futebol que é repassada pela Globo. Se os times não aceitarem o regulamento a emissora não faz o campeonato.

RD: Sobre assédios de jogadores, alguns clubes já demonstram interesses em alguns atletas do São Bernardo. Como que a diretoria analisa isso?

Luiz Fernando: Muitos clubes já estão em contato conosco e existem algumas propostas. Bady, Gil e Castán têm contratos longos. Dispensado só o Careca [acertou com o Náutico], o contrato dele estava no final, ele nos disse que queria seguir em outro clube e demos a ele as condições. Quanto aos demais vai depender da participação na Copa do Brasil. Se seguir vou tentar bancar esse time, já que teremos jogo só depois da Copa.

RD: Edson Boaro completou 59 jogos do São Bernardo e se tornou o treinador que mais comandou o Bernô, apesar de boa parte da torcida criticar o técnico. Como a diretoria analisa o trabalho de Boaro?

Luiz Fernando: O Edson bateu essa marca e é o treinador que fez a melhor campanha do time no Campeonato Paulista. Se for analisar a quantidade de derrotas que ele tem à frente do São Bernardo, é um número pequeno. O time foi campeão da Copa Paulista e pela primeira vez disputamos o Paulistão e brigamos por alguma coisa. O Edson foi o melhor técnico do Bernô, por isso fará a Copa do Brasil, a Paulista e será o treinador do Campeonato Paulista de 2015.

RD: Como o São Bernardo se prepara para a Copa Paulista?

Luiz Fernando: Preciso ver o que vai acontecer na Copa do Brasil. Se passar de fase eu manterei a maioria dos jogadores, que também disputarão a Copa Paulista. Se não for assim, devo emprestar grande parcela dos atletas e testarei outros na Copa Paulista.

RD: No segundo semestre tem a sua provável candidatura a deputado estadual. Se confirmada, você continua na presidência do clube?

Luiz Fernando: Pode ser que me licencie durante o período eleitoral, pois o clube exige a presença do presidente. Tenho também o projeto Tigrinho, com 35 escolinhas e 6,5 mil crianças. No período de campanha eleitoral, eu estarei atrás de voto. Então penso em me licenciar e acompanhar o São Bernardo à distância, com algum executivo à frente.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários