Temporada é de liquidação de inverno

A temporada é de queima de estoques de inverno para os lojistas garantirem a troca de coleção / Foto: Forlan Magalhães

Dias atrás, numa loja da região central de Santo André, um casaco que custava R$ 350 agora sai por R$ 200. Vitrines com anúncios de liquidação dominam a paisagem. Vendem calças jeans por R$ 29,99 e calçados a preços mais que reduzidos. Nos shoppings, os descontos devem chegar a 70% nofim de semana. A temporada é de queima de estoques de inverno para os lojistas garantirem a troca de coleção, tradicionalmente menos cara que a atual.

Para o professor da Faculdade de Ciências Econômicas e coordenador do Observatório Econômico da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), Sandro Maskio, a queda nos preços é também consequência do resultado ruim de vendas. “Os lojistas tiveram desempenho abaixo do que esperavam e como estamos no fim do inverno, eles querem desovar o estoque para renová-lo”, diz o economista e professor.

Marcos Evangelho, gerente geral do Shopping Praça da Moça, em Diadema, discorda de Maskio. Conta que as vendas em junho cresceram 12% em relação ao mês período de 2011. “As liquidações de outono e inverno geralmente acontecem no final de julho ou no começo de agosto, dependendo da data do Dia dos Pais, porque os lojistas já estão pensando na coleção de primavera/ verão”, diz. O shopping promoveu campanha de liquidação entre 12 e 15 de julho, mas cerca de 20% das lojas ainda anunciam desconto de produtos nas vitrines.

No Grand Plaza, em Santo André, há lojas que oferecem peças a partir de R$ 49,90 e prometem redução de até 70% dos preços até o começo de agosto. Peças de cama, mesa e banho também podem ser encontrados com valores reduzidos e facilidade de pagamento.

Entre os dias 26 e 29, os shoppings ABC e São Caetano também reservam descontos de até 70%. No primeiro centro comercial, os consumidores poderão acompanhar as ofertas no site http://pontomix.com.br/, que dá nome à campanha promocional. A época de liquidação do Shopping Metrópole chega a partir de 2 de agosto.

Dia dos Pais

Sandro Maskio acredita que o preço dos produtos de inverno, como roupas e calçados, não deve aumentar consideravelmente por conta do Dia dos Pais, 12 de agosto. “Vestuário feminino, especificamente de inverno, ainda deve ter queda em função da data”, afirma.

O economista diz que este é um momento estratégico para quem quer renovar o guarda-roupa pensando no inverno de 2013, mas o consumidor deve observar os descontos com atenção. “Importante é olhar os anúncios com cuidado, porque às vezes o termo desconto é mais marketing. Então vale a pena bater perna, comparar preços para fazer a melhor compra possível”, aconselha o professor da Umesp.

 

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários