ABC - domingo , 21 de julho de 2024

Mostra teatral em São Caetano retrata a realidade de palhaços

Artistas de São Caetano realizam espetáculo teatral que, de maneira cômica, retrata a realidade de palhaços dentro e fora do circo (Foto: Ana Góis/Divulgação)

Neste fim de semana, em São Caetano, palco e picadeiro serão um só na mostra “Cia Canta Circo e Teatro 10 anos”, com três espetáculos do repertório que celebra uma década da companhia formada pelos artistas e munícipes João Rocha e Weslei Soares.

Na sexta-feira (14/6), o Teatro Santos Dumont (av. Goiás, Nº1.111, Santa Paula) recebe o espetáculo “O fabuloso encontro dos palhaços Piolin e Benjamim”, às 21h.

Newsletter RD

No sábado e domingo (15 e 16/6), a trupe leva ao Bosque do Povo (Estrada das Lágrimas, Nº320 – São José) “Nos bastidores da lona” e “Os malas”, ambos às 16h. Todas as apresentações são gratuitas e têm classificação etária livre. No teatro Santos Dumont, os ingressos serão distribuídos ao público por ordem de chegada.

“Temos nos apresentado em diversos locais fora da nossa cidade. Esta proposta visa trazer nossas produções de volta para casa, permitindo-nos compartilhar nossas criações com aqueles que estão mais próximos de nós”, relata Weslei Soares.

A atividade tem o apoio da Prefeitura de São Caetano, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. A mostra “Cia Canta Circo e Teatro 10 anos” foi contemplada pelo Edital SECULT n. 17/2023, com recursos da LC n. 195/2022 (Lei Paulo Gustavo). 

O fabuloso encontro dos palhaços Piolin e Benjamim – Sexta-feira (14/6)
Elenco: Dudu Oliveira (Cínica Cia. de Teatro), João Rocha e Weslei Soares (Cia Canta Circo e Teatro)

Com tradução em Libras

Os idealizadores da obra buscam imaginar o que esses personagens pensariam sobre o futuro do fazer artístico passado um século da Semana de Arte Moderna. Essa e outras questões, misturadas a números musicais, entradas cômicas e a cenas do circo-teatro, trazem o legado da tradição milenar circense e da palhaçaria, que até hoje busca, aos trancos e barrancos, manter o seu fazer artístico com garra e beleza.

No enredo, os palhaços Cuíca, Batatinha e Paçocão contam como teria sido o encontro entre Piolin e Benjamim de Oliveira, referências da palhaçaria e do circo brasileiro. Na história contada por eles, entra o atrapalhado Astolfo que sonha em ser um grande palhaço. Para isso, promove um fabuloso encontro entre Piolin e Benjamim de Oliveira.

Nos bastidores da lona – Sábado (15/6)                                                                                                                                                Elenco: João Rocha e Weslei Soares

Com tradução em Libras

Nesta comédia que homenageia os artistas circenses, o objetivo é mostrar a rotina do verdadeiro artista de circo, aquele que monta lona e pega estrada. Cuíca e Batatinha são dois amigos que moram juntos, se alimentam juntos e se apresentam juntos no mesmo circo! Com muitas trapalhadas, o que não falta nessa rotina a dois é muita confusão e diversão.

A cooperação dos palhaços em não deixar o circo falir após uma crise é a chave da brincadeira. Entre números clássicos, música, acrobacia e muito humor, a história toma forma e mostra que na vida não é possível fazer nada sozinho.

Os malas – Domingo (16/6)                                                                                                                                                                        Elenco: João Rocha e Weslei Soares

Em um espaço qualquer, dois palhaços, cada um carregando a sua mala, foram contratados, erroneamente, para uma apresentação musical. Um não sabia da existência do outro até aquele momento. Iniciam, então, uma enorme confusão entre disputas musicais e de habilidades circenses até perceberem que um show em dupla pode ser muito melhor do que separadamente.

Receba notícias do ABC diariamente em seu telefone.
Envie a mensagem “receber” via WhatsApp para o número 11 99927-5496.

Compartilhar nas redes