Sabina Escola Parque recebe mais dois pinguins

Espaço abriga agora 22 pinguins de Magalhães / Foto:Divulgação PMSA/Maurício Taboni

Dois pinguins de Magalhães são os mais novos habitantes do pinguinário da Sabina Escola Parque do Conhecimento, em Santo André. As aves vieram de longe desta vez, diferentemente dos outros moradores do local, vindos de Ubatuba, no litoral de São Paulo. Sem possibilidades de voltar para a terra natal, vieram de avião, do Espírito Santo, onde estavam sob os cuidados do IPRAM (Instituto de Pesquisa e Reablitação de Animais Marinhos).

Os novos animais chegaram no dia 22 de dezembro, receberam os primeiros cuidados da equipe e então ficaram em quarentena para melhor avaliação do seu estado de saúde, por meio de vários exames. No início de janeiro, depois de constatada a boa saúde dos pinguins, a dupla foi integrada ao grupo de moradores do pinguinário, que agora é composta por 22 aves.

O pinguinário é uma das atrações mais queridas do público e dos estudantes que visitam a Sabina, bem como a réplica em tamanho natural de um Tyranossauro Rex, o robô de um Ceratossauro, dinossauro que se movimenta e emite sons, além do famoso Gerador de Van der Graaf, que deixa os cabelos em pé.

Serviço
Sabina Escola Parque do Conhecimento de Santo André
Endereço: Rua Juquiá, s/nº, bairro Paraíso (entrada na altura do nº 135)
Ingressos: Grátis para alunos e professores das escolas municipais de Santo André, para crianças menores de 5 anos e pessoas com deficiência. Demais visitantes: R$ 10, com meia entrada para estudantes, professores, servidores públicos andreenses, aposentados e idosos acima de 65 anos.
Horário de funcionamento: de terças às sextas-feiras, das 8h30 às 16h30 para grupos e escolas agendadas; e aos sábados, domingos, feriados e durante as férias escolares, das 12h às 18h, com fechamento da bilheteria às 17h
Informações: 4422-2001 ou pelo site www.santoandre.sp.gov.br/sabina
 

Comentários