Campanha de vacinação termina em SP, mas é possível se imunizar depois

(Foto: Freepik)

O Estado de São Paulo encerra nesta sexta-feira, 24, a campanha oficial de vacinação contra gripe deste ano, mas ainda é possível se imunizar nos postos de saúde até término das doses disponíveis.

No dia 30 de junho, a campanha foi prorrogada e estendida para toda a população. Qualquer um pode se vacinar, não somente os grupos prioritários, como, idosos, pessoas com doenças crônicas e profissionais de saúde.

A vacina protege contra o vírus influenza e complicações da gripe, pneumonias entre elas. Também diminui o número de pessoas com problemas respiratórios, frequentes nesta época do ano, o que minimiza os impactos sobre os serviços de saúde em meio à pandemia de covid-19.

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, a meta de alcançar pelo menos 90% da população-alvo foi atingida entre idosos, profisssionais de saúde e indígenas. Em meio aos grupos prioritários, crianças de 6 meses a 6 anos, gestantes, mulheres em pós-parto e pessoas de 55 a 59 anos tinham sido os menos vacinados até o início da prorrogação.

Ainda de acordo com a secretaria, a orientação é para que haja organização de filas nos postos, a fim de evitar aglomerações. Uma triagem é feita, para identificar se a pessoa tem algum sintoma de problema respiratório – presença de febre, tosse, coriza e falta de ar. Nesses casos, a pessoa não será vacinada.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários