Bolsonaro grava vídeo para as redes sociais em que lamenta rompimento de barragem

O presidente Jair Bolsonaro está gravando neste momento um vídeo para ser colocado em suas mídias sociais, daqui a pouco, lamentando o rompimento da barragem da mineradora Vale na Mina Feijão, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Mais cedo, Bolsonaro falou diretamente com a rádio Regional de Brumadinho. Outro pronunciamento do porta-voz do presidente, Rego Barros, estava previsto para às 18 horas, quando ele vai atualizar as providências que já foram tomadas pelo governo nos diversos Ministérios.

O Palácio do Planalto ainda não tem o número oficial de mortos e, por isso, não quer ainda falar sobre isso. Mas o número inicial que tinha chegado ao Planalto era de 150 desaparecidos. O Corpo Bombeiros de Minas, no entanto, já fala em 200 desaparecidos. De acordo com fontes, Bolsonaro pediu que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, embarcasse imediatamente para Minas Gerais, a fim de se reunir com autoridades estaduais e promover uma concentração de esforços para iniciar as ações, que serão apoiadas, em seguida, pelos militares das Forças Armadas. Também querem concentrar as informações, que ainda estão “muito desencontradas”.

O governo quer centralizar as ações para agilizar os esforços. Dentro dessa ideia, um gabinete de crise avançado do Planalto deverá ser montado em Minas, para concentrar as discussões das ações e informações. O ministro Ricardo Salles deverá engatilhar esta ação em sua chegada a Minas. O gabinete de crise do Planalto, em um primeiro momento, ficará a cargo do Gabinete de Segurança Institucional, que tem à frente o ministro Augusto Heleno. Outro braço está em funcionamento no Ministério do Meio Ambiente.

Ainda não está decidido, mas a previsão é de que o presidente Jair Bolsonaro, após fazer vistoria aérea da área inundada e se reunir com governador de Minas, Romeu Zema (Novo), e os ministros gabinete de crise e autoridades locais, retorne para Brasília. No domingo, o presidente vai para São Paulo para se internar, para ser submetido a uma cirurgia para retirada da bolsa de colostomia. O porta-voz, no briefing do início da noite, falará também sobre a cirurgia do presidente Bolsonaro.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários