Atila recebe indicação de Aidan para Secretaria de Saúde

Governo Atila pode ser o destino de Aidan. (Fotos: Pedro Diogo)

Desde dezembro sem um secretário de Saúde efetivo, o prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), recebeu a indicação da cúpula do PSB para que o ex-chefe do Executivo de Santo André Aidan Ravin (PSB) assuma o posto de comando na Pasta. A confirmação do acordo, porém, depende da desistência do socialista de pleitear a candidatura a deputado estadual na eleição de outubro.

Segundo informações do núcleo paulista do PSB e de pessoas próximas a Atila, a indicação de Aidan no primeiro escalão em Mauá teria partido do vice-governador e presidente estadual do PSB, Márcio França, que é pré-candidato à sucessão do governador Geraldo Alcmin (PSDB). Uma das razões é deixar o caminho livre ao presidente da Câmara de Santo André, Almir Cicote (PSB), também futuro postulante à Assembleia Legislativa.

Dessa forma, Aidan teria de abrir mão de ser candidato na eleição deste ano, para avançar nas tratativas com Atila. A razão da condição não apenas visa apaziguar as relações internas no PSB de Santo André, uma vez que em 7 de abril se encerra o prazo de desincompatibilização de secretários que querem disputar o pleito de outubro. Portanto, o governo mauaense não veria sentido em abrigar o socialista por dois meses.

Ao longo do ano passado, Aidan também foi cogitado para assumir uma função, de no máximo segundo escalão, no governo do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB). Embora a cúpula do PSB vislumbrasse a cadeira de secretário de Saúde, o núcleo próximo ao chefe do Executivo não chegou a cogitar essa possibilidade, uma vez que o próprio tucano rechaçou proximidade com o socialista, na disputa pela eleição em 2016.

Desde que comandou a Prefeitura de Santo André entre 2009 e 2012, Aidan coleciona derrotas nas urnas. O ex-prefeito perdeu a reeleição para Carlos Grana (PT, 2013-2016) e ficou fora do segundo turno do pleito andreense em 2016, disputado entre o petista e Serra. Em 2014, o socialista se lançou a deputado federal, porém, os 50.473 votos foram insuficientes para ingressar ao Congresso Nacional.

Servidor público em Santo André por mais de duas décadas, Aidan atualmente trabalha como médico plantonista da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Central, às terças-feiras. Antes, o socialista prestava atendimento no PA (Pronto Atendimento) da Vila Luzita, onde era conhecido por ser seu reduto eleitoral e um dos pilares para sua eleição a vereador em 2004, com 10.019 sufrágios – maior votação ao Parlamento andreense.

Procurado, Aidan não retornou às chamadas do RD.

Vaga

Atila procura um novo secretário de Saúde desde a saída de Márcio Chaves (PSD) no começo de dezembro, que assumiu o mesmo posto pela Prefeitura de Santo André. Atualmente, o governo mauaense reitera que busca um perfil técnico para o cargo de comando na Pasta, que hoje é ocupado interinamente pelo titular da Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania, Rogério Babichak.

Os serviços de Saúde foram o calcanhar de Aquiles de Atila no primeiro ano de governo. A gestão mauaense foi marcada por demissões de funcionários da FUABC (Fundação do ABC) sem pagamentos de direitos trabalhistas, imbróglio sobre dívidas – a organização cobrou R$ 123 milhões e o Paço só reconheceu R$ 38 milhões – e a insatisfação de Chaves devido às ingerências enquanto comandava a Pasta.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários