Sauer: gasoduto Campinas-Rio ficará pronto em agosto

O diretor de Gás e Energia da Petrobras, Ildo Sauer, disse hoje à Agência Estado que a obra do gasoduto Campinas-Rio de Janeiro deverá ser concluída em agosto deste ano. A conclusão da obra só será possível porque a empresa conseguiu achar uma solução alternativa para uma disputa com um proprietário rural da região de Resende (RJ), que impedia a empresa de concluir um trecho de 800 metros do duto que cruzaria seu sítio.

O proprietário rural entrou na Justiça contra o duto e, segundo Sauer, exigia da Petrobras um valor “vinte vezes superior ao do mercado” para autorizar a estatal a construir o duto em suas terras.

Com o impasse, a Petrobras resolveu fazer uma “variante” para desviar o duto das terras de seu oponente. Para isso, necessitava de um decreto presidencial que declarasse de uso público, para fins de desapropriação, uma faixa de terra ao redor do sítio.

E esse decreto foi publicado na edição de hoje do “Diário Oficial da União. “É um decreto longamente aguardado. Finalmente saiu”, comemorou Sauer. Com isso, a Petrobras poderá concluir a obra passando ao lado do sítio.

O diretor estima que o investimento total na construção do duto seja de aproximadamente US$ 400 milhões. Inicialmente, o duto bombeará gás vindo da Bolívia, mas, segundo Sauer, já a partir de 2009 ele deve começar a ser alimentado pelo gás que virá de Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários