ABC - quinta-feira , 13 de junho de 2024

Tag Archives: DDM

ABC registra aumento de 88,5% nas ocorrências de agressão contra mulheres

O número de Lesões Corporais Dolosas, registradas nas DDMs (Delegacias de Defesa da Mulher) do ABC e também na Delegacia Eletrônica, subiu 88,5% se comparados os meses de fevereiro de 2023, com 87 ocorrências, e fevereiro deste ano, quando foram registrados 164 casos na região. As demais ocorrências atendidas pelas DDMs tiveram queda no período comparado; estupro de vulnerável caiu 5,26% e os casos de estupros tiveram queda de 75%.

Leia mais

Diadema anuncia futura nova sede da Delegacia da Mulher

Conforme antecipou o RD em matéria publicada na última semana, a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Diadema mudou de endereço. Depois de anos atendendo na rua Santa Rita de Cássia nº 42, a DDM estará em novo imóvel, a ser divulgado pelo órgão municipal. A notícia foi anunciada …

Leia mais

DDM de SP registra alta de 54% no acionamento de medidas protetivas

O número de medidas protetivas de urgência solicitadas pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) online de São Paulo aumentou 53,9% entre 2022 e 2023. Para a coordenadora das Delegacias de Defesa da Mulher do Estado de São Paulo, Jamila Jorge Ferrari, o dado mostra a importância dos recursos oferecidos …

Leia mais

Desvalorização afasta efetividade nas delegacias da mulher do ABC

Em abril, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nova lei de funcionamento para as delegacias de defesa da mulher (DDMs) em todo território brasileiro: agora com atendimento 24h. Apesar de já instaurada, a lei se aplica a poucos municípios. Falta pessoal e valorização profissional. Ao RDtv, a presidente do Sindicato dos Delegados do Estado de São Paulo (Sindipesp), Jacqueline Valadares, acrescenta falta de estrutura para efetividade dos serviços e concursos públicos para mais contratações.

Leia mais

Suspeito de agredir nutricionista em S.Caetano diz ser vítima de “montagem”

A DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de São Caetano, acredita ter identificado o homem que agrediu a nutricionista Estela Frohlich Bonatto, de 25 anos, no dia 24 de julho, na rua Maranhão. Ele foi ouvido no domingo, se reconheceu nas imagens e disse ter sido vítima de uma “montagem”, que teria sido feita nos vídeos que foram divulgados. Para a família o suspeito, que tem 59 anos, aparenta ter problemas mentais e há dúvidas de que seja ele mesmo o autor da agressão.

Leia mais

Mesmo com imagens, homem que deu cabeçada em mulher ainda está solto

A polícia não deu mais informações a respeito da investigação que visa apurar a identidade e deter o homem, de aproximadamente 60 anos, que agrediu violentamente uma mulher em São Caetano na madrugada de domingo (23/07) em São Caetano. A vítima é a nutricionista Estela Frohlich Bonatto, de 25 anos, que quebrou o nariz e sofreu um afundamento na face, foi submetida a uma cirurgia e desde segunda-feira (24/07) recebeu alta, porém ainda não se sabe se serão necessárias outras cirurgias já que ela pode ter com problemas respiratórios. Mãe faz apelo para que quem conheça o agressor, que o denuncie.

Leia mais

Estado diz não ter como cumprir lei para delegacias da mulher funcionarem 24h

Há menos de 100 dias o presidente Lula sancionou a lei que obriga o funcionamento ininterrupto das DDMs (Delegacia de Defesa da Mulher) no País. A lei foi proposta, em 2020, pelo senador Rodrigo Cunha (União), aprovada em março e publicada no Diário Oficial em 4 de abril. No ABC são cinco DDMs, mas nenhuma funciona 24 horas. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública paulista diz que não tem infraestrutura suficiente para cumprir a lei federal. Enquanto isso, o número de feminicídios não para de crescer. Ano passado foram seis mulheres mortas no ABC e, em menos da metade de 2023, outras seis já foram assassinadas, segundo levantamento feito pelo RD.

Leia mais

Número de feminicídios neste ano já é duas vezes maior que no ano passado

No sábado (15/10) Luciano Cícero de Freitas Lucas, de 41 anos, matou a facadas a ex-companheira Tayane Chaves Vieira, de 28 anos, e o atual namorado dela William Barbosa, de 39 anos. O crime aconteceu na rua José Bonifácio, no bairro Serraria, em Diadema. Após o crime o autor teria seguido até um terreno às margens da rodovia dos Imigrantes e se enforcado em uma árvore. O crime vai se somar aos 43 casos de feminicídio ocorridos desde 2017 no ABC. O número de casos vinha caindo ano a ano, porém 2022, até agosto (dado mais recente da Secretaria de Segurança Pública), já tem duas vezes mais ocorrências do que as registradas em 2021.

Leia mais

Feminicídios e homicídios em que a mulher é vítima dobram na Grande SP

Os feminicídios, que são os assassinatos de mulheres cometidos em função de gênero, e os homicídios que têm mulheres como vítimas praticamente dobraram na Grande São Paulo (exceto a Capital) se comparado o primeiro semestre de 2021 com os primeiros seis meses deste ano. Foram 28 mortes no ano passado contra 53, neste ano. Se considerados somente os feminicídios, o número neste ano foi exatamente o dobro dos ocorridos no ano passado, 8 casos contra 16.

Leia mais

De cada dez mulheres agredidas, nove são negras, estimam instituições

Não há números oficiais específicos sobre a violência contra a mulher negra no Estado, mas relatos de quem milita nas organizações que prestam atendimento à mulheres vítimas de violência e órgãos de governo, é que de cada 10 vítimas, 9 são negras. Nesta segunda-feira (25/07) é Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha e para marcar a data as prefeituras, realizam atividades, como rodas de conversa e o Consórcio Intermunicipal vai lançar um vídeo sobre o tema da violência contra a mulher negra.

Leia mais