Papa-cartão recicla 2 tolenadas de cartões

O que você faz com um cartão plástico – de banco, loja, INSS etc – que perde a validade? Se pensou picotar e jogar no lixo… errou feio. Isto porque o material plástico (geralmente PVC) demora centenas de anos para que possa se decompor. A boa notícia é que já existe um sistema que o picota. Na sua frente, e ainda reaproveita o material, porque todo plástico é reciclável.

“Um cartão só não pesa quase nada, mas em anos de trabalho já conseguimos recolher 2 toneladas desse material, o PVC”, comenta Renato Soares de Paula, o criador do papa-cartão, uma máquina simples que está sendo disponibilizada em agências bancárias, no metrô de São Paulo (estação Sé, entre outras) e em shoppings no Rio e Recife.

Mais importante que recolher, e reciclar o material, é saber que uma quantidade grande deixou de ir para aterros e contaminar o meio ambiente. Este é o pensamento e convicção do empresário, que aposta na conscientização ambiental. “Por isso criamos e apoiamos iniciativas que visam a educação ambiental”, disse Renato de Paula ao jornalista Nelson Tucci durante o programa ECO Negócios.

Saber exatamente quantos “cartões de plástico” estão em circulação é difícil, mas o entrevistado fez uma conta rápida: se podemos considerar a média de 3 cartões plásticos por habitante, significa que temos algo em torno de 600 milhões de cartõezinhos circulando pelo país.

O programa mostrou alguns materiais, levados ao estúdio, que são feitos desse PVC reciclável, como réguas, agendas, porta-canetas, “bolachas de chope” etc.

ECO Negócios vai ao ar todas 3ªs-feiras, às 21h, no Canal 9 NET ABC.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários