ABC - quarta-feira , 19 de junho de 2024

CEO da OpenAI acompanha Bill Gates em carta e promete doar a maior parte de sua fortuna

Sam Altman, o CEO da OpenAI, dona do ChatGPT, e seu marido, Oliver Mulherin, assinaram o Giving Pledge, um compromisso público feito por indivíduos e famílias ricas para doar a maior parte de sua riqueza à filantropia, em vida ou em testamentos.

“Não faríamos essa promessa se não fosse o trabalho árduo, o brilhantismo, a generosidade e a dedicação para melhorar o mundo de muitas pessoas que construíram os andaimes da sociedade que nos permitiram chegar até aqui”, escreveram em sua carta de compromisso, assinada em 18 de maio. “Não há nada que possamos fazer a não ser sentir imensa gratidão e nos comprometer a retribuir, e fazer o que pudermos para construir o andaime um pouco mais alto.”

Newsletter RD

O casal afirma que concentra sua doação em “tecnologia de apoio que ajude a criar abundância para as pessoas”.

A iniciativa foi criada em 2010 por Bill Gates, Melinda French Gates e o megainvestidor Warren Buffett e já foi assinada por Elon Musk (da Tesla e SpaceX), Mark Zuckerberg (co-fundador da Meta), Mackenzie Scott (filantropa e escritora), George Lucas (criador de Star Wars), dentre outros bilionários. Assinar a carta de intenção, contudo, não é um compromisso formal e pode ser revertida.

Sam Altman é um dos mais novos bilionários da lista da Forbes. Um dos nomes mais conhecidos do mundo da tecnologia atualmente, o homem de 38 anos ganhou os holofotes devido a rápida ascensão da OpenAI desde o lançamento do ChatGPT, em novembro de 2022. Ele nega, contudo, que tenha ações da empresa que comanda – embora tenha capital fechado, a OpenAI foi avaliada em cerca de US$ 80 bilhões em fevereiro (R$ 426,09 bilhões).

A maior parte da riqueza de Altman vem de fundos de capital de risco e investimentos em startups dos mais variados segmentos. De acordo com a firma de pesquisa PitchBook, Sam Altman já investiu em mais de 125 empresas.

A maior injeção de capital já feita por Altman em uma única companhia, de acordo com a firma de dados de capital de risco CB Insights, foi na empresa de fusão nuclear Helion Energy, no valor de US$ 375 milhões (R$ 1,85 bilhão), em 2021, liderando uma rodada de investimentos de valor total de US$ 500 milhões (R$ 2,4 bilhões). Em maio de 2023, após investir cerca de US$ 13 bilhões na OpenAI, a Microsoft fechou um acordo com a Helion Energy.

Receba notícias do ABC diariamente em seu telefone.
Envie a mensagem “receber” via WhatsApp para o número 11 99927-5496.

Compartilhar nas redes