ABC - terça-feira , 18 de junho de 2024

Moradores fazem trabalho de polícia atrás de veículo furtado em Mauá

Caminhão baú que foi furtado na Vila Assis Brasil, em Mauá. Família procurou por imagens e localizou caminhão sendo dirigido pelo criminoso. (Foto: Reprodução)

A estatística da Secretaria de Segurança Pública aponta que o número de roubos e furtos de veículos caiu 17,64% comparando o primeiro trimestre de 2023 com os três primeiros meses deste ano. Ainda assim, para quem tem um carro roubado ou furtado, a sensação de impotência e a necessidade de recuperar o veículo, que nem sempre está assegurado, é enorme. Isso fez com que uma família de Mauá saísse a procura de um utilitário por ruas e até favelas da cidade.

De acordo com os dados estatísticos da segurança, foram furtados 2.490 veículos no ABC nos primeiros três meses de 2023, contra 2.353 no primeiro trimestre deste ano. Quanto aos roubos, foram 1.414 de janeiro a março do ano passado contra 862 neste ano. Somando os dois períodos foram mais de sete mil veículos subtraídos nestes seis meses pesquisados.

Newsletter RD

Mas essa redução não é alento para uma família de Mauá, que teve um caminhão modelo Hyundai HR furtado no sábado (18/05) na rua Odila Pedroso Póvoa, na Vila Assis Brasil, em Mauá. O crime aconteceu pouco depois do meio-dia. O veículo estava estacionado em frente à casa da família e o proprietário utiliza o pequeno caminhão baú para trabalho, fazendo entregas e transportes pela região. A filha do dono do veículo, que preferiu que seu nome não fosse revelado, contou que a rua é o alvo preferido dos criminosos porque tem pouco movimento.

“As pessoas deixam o carro aqui que tem pouco movimento e vão para a rua Dom José Gaspar, que tem comércios. Muitos são funcionários destes locais, então como os bandidos sabem que quem deixa o carro nessa rua vai demorar para voltar, eles aproveitam. No mesmo dia que furtaram o caminhão do meu pai, levaram também o carro de outro morador da rua”, disse a moradora.

O caminhão furtado não tem seguro por isso a família está percorrendo ruas, avenidas e até entrando em favelas para tentar localizar o caminhão que é o sustento pai desta moradora. “Ele está sem trabalhar desde sábado e a gente corre por tudo que é lugar, conseguimos imagens de algumas câmeras que viram o caminhão trafegando, só não temos imagem dele sendo levado aqui da rua porque são poucas câmeras aqui e as que têm não mostraram a ação dos bandidos. Então a gente está tentando achar correndo até um risco”, comenta.

PM

Em nota o coronel Fernando Calixto Mariano, comandante do 30° Batalhão da Polícia Militar diz que a rua Odila Pedroso Póvoa não tem histórico de muitas ocorrências de furto de veículo no trimestre, conforme demonstra os números da SSP, porém, garantiu que o patrulhamento será intensificado.

“Com base nos sistemas inteligentes da Polícia Militar e Secretaria da Segurança Pública, quanto à região observada na reportagem – rua Odila Pedroso Povoa, na Vila Assis, nesta urbe – não há registros recentes de ocorrências de furto de veículos diretamente em sua extensão, mas entendemos também que pode ocorrer o fenômeno da subnotificação ou registros em locais diversos do ocorrido, o que pode gerar uma leitura equivocada da mancha criminal. Destaco que a elaboração dos Cartões de Prioridade de Policiamento, que são o parâmetro de direcionamento das radiopatrulhas são elaborados com base nos indicadores criminais e áreas dos crimes, sendo que a cooperação da sociedade, quer seja por meio dos CONSEG, Disque Denúncia 181 e telefone de Emergência 190 e ainda propriamente pelo registro de ocorrências havidas junto às Delegacias de Polícia Civil são de grande valor para que a Polícia Militar desenvolva um policiamento ostensivo preventivo mais eficaz”, diz o coronel. “Deste modo, através de programas como a Atividade DEJEM, Radiopatrulhamento 190 e Força Tática será providenciado uma intensificação da presença das unidades de policiamento nas áreas indicadas, bem como em conjunto com as demais informações que obtivemos”, completa Mariano.

Veja abaixo vídeo de câmera de segurança que mostra o caminhão HR sendo dirigido por criminoso pelas ruas de Mauá.

Receba notícias do ABC diariamente em seu telefone.
Envie a mensagem “receber” via WhatsApp para o número 11 99927-5496.

Compartilhar nas redes