Sem investirmos em educação, entregaremos jovens para o negacionismo e para o crime, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira, 2, que é necessário aumentar os gastos em educação para combater o momento “delicado” pelo qual o País passa, marcado, segundo ele, por “negacionismo, ódio e fake news.” Ele participou da inauguração do Impa Tech, o primeiro curso de graduação do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), no Rio de Janeiro.

“Tenho 78 anos e não conheci nenhum momento de negacionismo, ódio e fake news como a gente vive hoje. Se não investirmos, vamos entregar nossos jovens de graça para o negacionismo e para o crime organizado”, disse Lula à plateia de estudantes, funcionários do Impa e funcionalismo local.

Newsletter RD

Lula definiu o Impa Tech como um “gol de bicicleta” do seu governo. Ele fez um recorrido histórico para lembrar o surgimento da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), cujo modelo nasceu e cresceu em seus governos anteriores , com 18 milhões de alunos inscritos ainda em 2007. A competição nacional integra, hoje, o formato de seleção de alunos para o Impa Tech.

“Hoje temos a maior olimpíada de matemática do mundo. Não tem Estados Unidos, não tem China, não tem Rússia”, afirma.

O evento desta manhã marca o início do primeiro período do bacharelado em Matemática da Tecnologia e Inovação organizado pelo Impa em seu novo Instituto. O galpão que abriga a escola foi reformado e equipado pela Prefeitura do Rio. A graduação do Impa contará com recursos específicos do governo federal, um investimento que será de R$ 18,7 milhões no primeiro ano.

Uma vez matriculados, os alunos passam por quatro anos de curso, que começa com um ciclo básico de um ano e meio, seguido de mais dois anos e meio de aulas orientadas para quatro ênfases: Matemática, Ciência da Computação, Ciência de Dados e Física.

Receba notícias do ABC diariamente em seu telefone.
Envie a mensagem “receber” via WhatsApp para o número 11 99927-5496.

Compartilhar nas redes