Bolsas da Ásia fecham em alta, após China relaxar exigências de quarentena

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta terça-feira, 28/6, após a China anunciar novo relaxamento de medidas contra a covid-19, melhorando sua perspectiva de recuperação econômica. Entre os mercados chineses, o índice Xangai Composto avançou 0,89% hoje, a 3.409,21 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto subiu 1,21%, a 2.243,92 pontos.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei teve alta de 0,66% em Tóquio, a 27.049,47 pontos, enquanto o Hang Seng se valorizou 0,85% em Hong Kong, a 22.418,97 pontos, e o sul-coreano Kospi avançou 0,84% em Seul, a 2.422,09 pontos. Exceção na região, o Taiex caiu 0,70% em Taiwan, a 15.439,92 pontos.

O apetite por risco veio após a China relaxar exigências de quarentena para viajantes estrangeiros, numa tentativa de equilibrar sua política de “tolerância zero” contra a covid-19 e em meio a crescentes pressões enfrentadas pela segunda maior economia do mundo.

Já em entrevista à emissora estatal CGTN, o presidente do Banco do Povo da China (PBoC), Yi Gang, prometeu manter uma política monetária acomodatícia para apoiar a recuperação do país, que tem a ambiciosa meta de crescer 5,5% este ano.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul pelo quarto pregão consecutivo, graças ao bom desempenho de ações ligadas a commodities. O S&P/ASX 200 avançou 0,86% em Sydney, a 6.763,60 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99237-9717 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários