Fed/Waller: economia está forte e é possível subir juros sem prejudicar emprego

Membro do Conselho do Federal Reserve (Fed), Christopher Waller disse que o BC americano pode subir os juros para controlar a inflação nos Estados Unidos sem impactar fortemente o emprego. Segundo ele, o momento correto de apertar a política monetária é agora, uma vez que a economia americana está forte e o mercado de trabalho americano sobreaquecido.

O cenário econômico doméstico atual não se assemelha ao do fim da década de 1970 e início de 1980, quando a inflação persistia “há uma década” e o Fed teve de subir o juro básico a 20%, elevando a taxa de desemprego a 10%, argumentou Waller. No momento, o foco deve ser controlar as pressões inflacionárias, deixando de lado especulações sobre as fontes da alta nos preços. “Se uma resolução das cadeias de suprimento nos ajudarem, ótimo, mas não estou contando com isso”, disse Waller.

O dirigente também comentou sobre as chamadas moedas digitais de bancos centrais (CBDCs, na sigla em inglês), tema que o Fed tem analisado internamente. Para Waller, não há necessidade de uma CBDC nos EUA, uma vez que não há falha no sistema financeiro do país a ser solucionada. “Uma CBDC consistiria apenas em uma conta corrente operada pelo Fed, ao invés dos bancos privados”, argumentou, citando que a concorrência entre os setores público e privado criaria uma mudança de paradigma no sistema de pagamentos dos EUA.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários