Tadeu Schmidt conta que família fez ‘sacrifício’ para ajudá-lo no ‘BBB 22’

Apresentador contou como foi a experiência à frente do Big Brother Brasil (Foto: Globo/João Cotta)

Neste domingo, dia 8/5, Tadeu Schmidt foi um dos convidados do Domingão com Huck e encontrou com seus amigos e familiares no programa. O apresentador contou como foi a experiência à frente do Big Brother Brasil. Quando recebeu o convite para apresentar o reality show, ele resolveu contar para as filhas, Valentina e Laura, de uma forma diferente. “Fiz um jantar e simplesmente coloquei a música do Paulo Ricardo para tocar. Eles começaram a gritar, porque é o programa preferido delas.”

Além do desafio de comandar um programa diário, Tadeu falou sobre a dificuldade que a pandemia impôs e como sua mulher, Ana Cristina, e as filhas o ajudaram nesse momento. “Foi muito difícil para mim, mas essas três fizeram um sacrifício enorme por mim. Eu sei disso. Sobretudo, no começo, quando a última cepa chegou e eu não podia pegar covid. Imagina se eu estou começando a apresentar o BBB e eu não posso apresentar porque estou doente? Eu não podia correr o menor risco.”

O jornalista explicou que precisou fazer uma espécie de “casa de vidro”, separando o local onde moram. As meninas ficaram de um lado e o casal do outro. Segundo Tadeu, sua mulher acabou fazendo um sacrifício ainda maior. “As duas saiam, iam para faculdade, encontravam os amigos dela. Ana Cristina ficou esse tempo todo sem encontrar ninguém na vida, nem as filhas, para que eu não corresse o risco de pegar covid, para que não estragasse esse meu início de trajetória. Então ela abriu mão de tudo para ficar apenas comigo esse tempo todo. Eu vou agradecer pelo resto da vida”, completou. “Não tem que agradecer nada. A gente é um só”, respondeu Ana.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99237-9717 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários