Grupo Alimentação e Bebidas sobe 1,95% em março e tem forte impacto no IPCA-15

Os gastos das famílias com alimentação e bebidas passaram de uma alta de 1,20% em fevereiro para um aumento de 1,95% em março, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) divulgado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O grupo Alimentação e Bebidas deu uma contribuição de 0,40 ponto porcentual para a taxa de 0,95% do IPCA-15 deste mês.

Alimentação no domicílio saiu de uma elevação de 1,49% em fevereiro para um avanço de 2,51% em março. As principais pressões partiram dos aumentos nos preços de cenoura (45,65%), tomate (15,46%) e frutas (6,34%). Houve ainda altas expressivas em batata inglesa (11,81%), ovo de galinha (6,53%) e leite longa vida (3,41%).

Por outro lado, frango em pedaços ficou 1,82% mais barato, depois de já ter recuado em fevereiro (-1,31%).

Alimentação fora do domicílio passou de uma alta de 0,45% em fevereiro para 0,52% em março. Lanche fora de casa subiu 0,92%, enquanto refeição aumentou 0,25% em março.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99237-9717 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários