Em novas sanções, UE pune 160 russos e limita acesso de Belarus ao Swift

A União Europeia (UE) anunciou nesta quarta-feira, 9/3, um conjunto de novas sanções contra a Rússia pela ofensiva militar na Ucrânia. As medidas também miram em Belarus, acusado de apoiar o ataque russo.

Entre as ações, a Comissão Europeia – braço executivo do bloco – incluiu 160 pessoas na lista de indivíduos que teriam ajudado a minar a soberania ucraniana. O grupo abrange 14 oligarcas envolvidos em setores importantes da economia russa, além de 146 integrantes do Legislativo em Moscou.

Com as novas inclusões, o total de alvos das punições europeias já chega a 862 pessoas e 53 entidades.

A UE também decidiu restringir o acesso de três bancos de Belarus – Belagroprombank, Bank Dabrabyt e Banco de Desenvolvimento de Belarus – ao sistema Swift. Na semana passada, instituições russas já haviam sido excluídas da rede. O bloco proibiu ainda transações com o Banco Central de Belarus.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários