Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta, apoiadas por petróleo

As Bolsas da Europa fecharam majoritariamente em alta nesta quarta-feira, 2, apoiadas principalmente pelas ações do setor de energia, em meio ao avanço das cotações de petróleo. Dado fraco de varejo na Alemanha e incertezas quanto à inflação global, contudo, limitaram o apetite por risco.

O índice Stoxx 600, que reúne os principais papéis da região, encerrou com ganho de 0,28%, a 451,34 pontos, mais uma vez em máxima histórica. “Muitos investidores seguem divididos entre a recuperação da economia global e preocupações pela inflação”, explica o analista da ActivTrades Pierre Veyret.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 avançou 0,39%, a 7.108,00 pontos. BP (+2,02%) e Royal Dutch Shell (+1,82%) estiveram entre os maiores ganhos dia, impulsionadas pelo fortalecimento do petróleo. Na terça, o barril do Brent mais líquido ultrapassou a marca de US$ 70, com a decisão da Organização de Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) pela manutenção do nível atual de produção.

Em Paris, o CAC 40 subiu 0,49%, a 6.521,52 pontos. Já o DAX, de Frankfurt, aumentou 0,23%, a 15.602,71 pontos. Na Alemanha, o governo revelou que as vendas no varejo caíram 5,5% em abril ante março. Embora o número tenha vindo aquém das expectativas, analistas avaliam que o dado deve se recuperar nos próximos meses, à medida que a vacinação contra o coronavírus se acelera.

Em Milão, o FTSE MIB se valorizou 0,23%, a 25.379,69 pontos.

O Ibex 35, de Madri, perdeu 0,10%, a 9.180,70 pontos e o PSI 20, de Lisboa, cedeu 1,08%, a 5.160,31 pontos.

*Com informações da Dow Jones Newswires

Comentários