Morre Felipe Magalhães, ex-candidato a prefeito de Ribeirão Pires

Magalhães foi terceiro colocado na disputa para prefeito (Foto: Divulgação)

Faleceu neste sábado (17/4), aos 39 anos, o ex-candidato a prefeito de Ribeirão Pires, Felipe Magalhães (PT). Segundo as primeiras informações a causa da morte foi um mal súbito. Felipe passou mal e foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), porém, não resistiu.

Natural de Santo André, Felipe nasceu em 4 de fevereiro de 1982. Professor na rede privada, formado em Sociologia pela USP (Universidade de São Paulo). Foi candidato a vereador por duas oportunidades, 2012 e 2016, sendo que na primeira chegou a ser suplente. Em 2020, tentou o comando da Prefeitura e acabou em terceiro lugar com 9,06% dos votos válidos.

Combativo, utilizava as redes sociais para deferir críticas ao Governo Federal e ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Sua última publicação, datada deste sábado, por volta das 11h, foi para parabenizar as vereadoras Amanda Nabeshima (PTB) e Márcia Coletiva de Mulheres (PT) pelo voto contra a troca do plano de saúde do funcionalismo público.

Velório e enterro vão acontecer neste domingo (18/4), no Cemitério Municipal, o funeral será restrito aos familiares por causa das normas sanitárias contra o Covid-19. Um cortejo será organizado pela família e pelos amigos. A ideia é que todos fiquem em seus carros e usem máscaras. A homenagem começará às 10h.

Homenagens

Diversos políticos da região homenagearam Felipe Magalhães e relembraram sobre sua trajetória política.

“Felipe contribuiu imensamente com Ribeirão Pires ao democratizar o debate de ideias de gestão pública através do grupo Pensar Ribeirão Pires. Peço a Deus que conforte o coração de seus pais, esposa e filhos neste momento de luto”, escreveu o prefeito de Ribeirão Pires, Clovis Volpi (PL).

“Apesar das divergências políticas sempre tivemos muito respeito um pelo outro, inteligente e determinado pelas causas que acreditava, deixará um grande legado para todos os que estavam ao seu lado. Que Deus dê muita força a todos os familiares e amigos para suportar esta dor. Meus sentimentos”, disse o ex-prefeito de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, e atual secretário em São Bernardo, Kiko Teixeira (PSDB).

“Foi com profundo pesar que recebi a notícia da morte de Felipe Magalhães, de apenas 39 anos. Ele foi candidato a prefeito de Ribeirão Pires pelo PT no ano passado. Felipe morreu no fim da manhã deste sábado após sofrer infarto fulminante. Meus sentimentos aos amigos e familiares”, relatou o prefeito de Diadema, José de Filippi Jr. (PT).

“Recebo com enorme tristeza a notícia do falecimento do companheiro e amigo Felipe Magalhães. Jovem batalhador de Ribeirão Pires, ele foi candidato a prefeito nas últimas eleições. Agradeço muito o companheirismo dele e reconheço a importância da militância que ele exerceu em defesa das pessoas que mais precisam. Registro aqui meus mais sinceros sentimentos de carinho a familiares e amigos”, disse o prefeito de Mauá, Marcelo Oliveira (PT).

“Hoje perdemos o nosso companheiro Felipe Magalhães, que foi candidato a prefeito em Ribeirão Pires, em 2020. Aos 39 anos, o companheiro sofreu um infarto fulminante na manhã de hoje e não resistiu. Meus sentimentos aos familiares e amigos. Felipe Magalhães, presente”, escreveu o ex-prefeito de São Bernardo e presidente estadual do PT, Luiz Marinho.

Reveja as entrevistas de Felipe Magalhães ao RDtv:

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários