Santo André não segue Estado e permite bares à noite

Self Service não estão autorizados a voltar com este sistema (Foto: George Garcia)

Diferente do recomendado pelo Governo do Estado, a Prefeitura de Santo André anunciou neste sábado (4), que bares, restaurantes e lanchonetes vão ter autorização para abrir de maneira gradual no horário noturno. Nesta semana, o governador João Doria (PSDB) foi taxativo ao relatar que este setor só poderia funcionar até às 17h. Cidades emitiram seus decretos neste final de semana.

A novidade andreense foi anunciada por meio das redes sociais. Bares, restaurantes e lanchonetes, inclusive nas praças de alimentação, vão abrir por seis horas de diárias e o horário de fechamento será às 23h30, ou seja, o setor poderá funcionar com 40% de sua capacidade a partir das 17h30, 30 minutos após o horário estabelecido pelo Governo do Estado.

A ideia da gestão de Doria é evitar as aglomerações nestes estabelecimentos, na mesma maneira que ocorreu durante a semana no Rio de Janeiro. Segundo o decreto, não será permitido o consumo em pé, apenas com os clientes sentados, mantendo o distanciamento e com autorização para retirar a máscara para consumir. Seguem proibidas as formações de grupos maiores.

O cenário é diferente do decreto das demais cidades que seguem as recomendações do Estado e só permitiram que tal setor fique aberto até às 17h, também com seis horas de funcionamento, ou seja, com autorização para abrir, por exemplo, entre às 11h e às 17h, seguindo as regras já citadas.

Nos demais serviços houve uma padronização da região com o aumento de funcionamento para seis horas diárias. Escritórios e imobiliárias das 9h às 15h. Concessionárias, comércio de rua e galerias comerciais das 10h às 16h. Shopping Center das 14h às 20h, mesmo horário para salões de cabeleireiro e barbearias, seguimento que também foi agraciado pela fase 3 do Plano São Paulo.

Academias

São Bernardo foi a primeira cidade a regulamentar o retorno das academias, setor que a princípio só voltaria na fase 4 do Plano São Paulo, mas que recebeu autorização especial. Neste caso serão dois horários disponíveis, das 6h às 12h e das 17h às 23h. Neste caso é necessário o agendamento prévio para que se evite aglomerações. A capacidade máxima será de 40% e com todos os protocolos de higienização.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários