Covid-19 provoca fechamento de 500 empresas em três cidades

Mais de 300 empresas foram encerradas em Santo André (Foto: Steve Buissinne, Pixabay)

A crise econômica ocasionada pela pandemia mundial do novo coronavírus (covid-19) resultou no fechamento de milhares de empresas em todo o mundo, e no ABC não foi diferente. Dados das prefeituras revelam que pelo menos 500 micro e pequenas empresas de três, das sete cidades do ABC, encerraram seus negócios entre março a junho deste ano, com destaque para Santo André, que perdeu 333 negócios no período.

Na cidade vizinha, em São Bernardo, pelo menos 136 registros do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) foram encerrados, enquanto em Ribeirão Pires, 31 empresas encerraram suas atividades. As prefeituras de Diadema, Mauá, São Caetano, Rio Grande da Serra não informaram até o fechamento da reportagem.

Para evitar que outros negócios fossem encerrados e como alternativa de faturamento no período, Santo André colocou em prática diversas iniciativas, entre elas uma parceria com a startup Ganhe Você, que disponibiliza venda de produtos e serviços por plataforma digital – gratuita até agosto – o que estimula a compra virtual e consumo local. Além disso, há cursos e capacitações virtuais para que o empreendedor se adapte à nova realidade. São mais de 11 agendas, com programação até agosto, em parceria com o Sebrae.

Para prover maior fôlego financeiro dos empreendedores, foram suspensos os pagamentos de impostos e dívidas municipais, como o Imposto Predial Urbano (IPTU), imposto de serviços (ISS) e parcelas de renegociação de dívidas, assim como prorrogou os prazos para certidões negativas tributárias das empresas e dos alvarás de construção das construtoras.

Em São Bernardo diversas resoluções foram publicadas com intuito de diminuir os impactos da crise para contribuintes. Entre elas está como a suspensão, por 90 dias, das inscrições em dívida ativa, de cobranças amigáveis e extrajudiciais, entre outras iniciativas. Já em Ribeirão Pires, os prazos para pagamento de tributos dos contribuintes optantes do Simples Nacional também foram prorrogados para outubro, novembro e dezembro desse ano.

As cidades mantém parceria com o Sebrae-SP com programas online para incentivar e orientar os empresários no período, além da parceria com o Banco do Povo, do Governo Estadual, para auxiliar na disponibilização de linha de crédito para microempreendedores individuais participantes dos programas: Super MEI, Empreenda Rápido e de outros.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários