Líderes do PSDB criticam participação de Bolsonaro em atos antidemocráticos

O líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP), também criticou a participação do presidente Jair Bolsonaro, neste domingo, 19, em atos em defesa do fechamento do Congresso Nacional. “É imprudente, para dizer o mínimo, que um presidente eleito e que jurou defender a Constituição participe de manifestação em que se pede a volta do AI-5, a intervenção militar e o fechamento do Congresso”, diz, segundo nota publicada pelo partido no Twitter.

Carlos Sampaio ainda disse considerar “muito ruim” a tentativa de se fabricar históricas para “afrontar instituições e tumultuar o ambiente político”. “Chefes de Estado, diante de uma pandemia, devem estar envolvidos no trabalho de combate à doença, de atendimento aos pacientes e de proteção a suas economias. É o que esperamos do nosso presidente”, finaliza o deputado federal.

Mais cedo, o presidente do PSDB, Bruno Araújo, afirmou que o apoio de Bolsonaro aos atos de hoje “coloca em risco a democracia e desmoraliza o cargo que ocupa”.

O presidente do PSDB em São Paulo, Marco Vinholi, também se manifestou sobre a participação de Bolsonaro nos atos. “É estarrecedor ver, em pleno 2020, em um país que enfrentou uma ditadura militar, a existência de atos em favor do AI-5, com apoio do seu presidente. Que o povo brasileiro siga forte não permitindo qualquer retrocesso antidemocrático”, disse.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários