Repatriação é esperada por 5.485 brasileiros retidos em 82 países

Um total de 5.485 brasileiros ainda aguardam repatriação em 82 países. A informação é da Secretaria de Relações Internacionais da Câmara. Até o momento, 12.700 brasileiros conseguiram retornar do exterior. Os pedidos para voltar ao Brasil foram feitos após o avanço global da pandemia do novo coronavírus, o que provocou o fechamento de fronteiras e restrição de voos.

Segundo o deputado Alex Manente (Cidadania-SP), secretário de relações internacionais da Câmara, o mapeamento permite identificar a quantidade e a localização dos brasileiros, que estão assim distribuídos: Europa (2.473), Ásia e Oceania (1.472), América do Sul (1.017), Oriente Médio (240), África (211) e América do Norte, América Central e Caribe (72).

Os resgates estão sendo feitos em aviões da FAB (Força Aérea Brasileira), voos fretados pagos pelo governo brasileiro e por meio de acordos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) com companhias aéreas. A Secretaria de Relações Internacionais atua entre a diplomacia brasileira e o Congresso Nacional, repassando pedidos que os gabinetes recebem de brasileiros em todo o mundo.

Questionado sobre o assunto, o Itamaraty não se manifestou até a publicação deste texto. O Ministério de Relações Exteriores criou um Gabinete Consular de Crise (G-CON) para assistência a viajantes brasileiros afetados pela pandemia do novo coronavírus no exterior.

Um formulário deve ser preenchido no site do ministério, com dados pessoais e de contato e outras informações relevantes.

Também estão disponíveis os seguintes números telefônicos para assistência aos brasileiros, conforme a região geográfica em que o brasileiro retido no exterior se encontra:

América do Sul: +55 (61) 9826 00 767
América do Norte, Central e Caribe: + 55 (61) 9826 00 610
Europa: + 55 (61) 9826 00 787
África e Oriente Médio: + 55 (61) 9826 00 568
Ásia e Oceania: + 55 (61) 9826 00 613

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários