Trump: decisão de abrir economia será baseada em fatos e números

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira, 24, que a decisão de abrir a economia do país, em meio à pandemia de coronavírus, será “baseada em fatos e números”. “O objetivo é aliviar medidas de distanciamento social”, reforçou o republicano em coletiva de imprensa na Casa Branca.

Trump voltou a mencionar o domingo de Páscoa como possível data para a reabertura da economia americana. “Vamos continuar avaliando dados”, afirmou, depois de dizer que quer o país “aberto” o mais rápido possível.

“Podemos começar a ver uma luz no fim do túnel”, declarou Trump. O líder da Casa Branca disse, também, que “ninguém viu algo assim recentemente”, em referência à pandemia, mas afirmou que a crise do coronavírus é “de saúde e não financeira”.

Pacote

Trump afirmou que o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, continua “trabalhando” com o Congresso para aprovar um pacote fiscal trilionário no Senado, com o objetivo de tentar conter os impactos econômicos do coronavírus.

“Aprovaremos o maior e mais ousado pacote de estímulos da história”, declarou o republicano, em coletiva de imprensa na Casa Branca. A proposta do governo americano já foi rejeitada duas vezes no Senado, em meio a divergências entre democratas e republicanos.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários