Alberto Fernández diz que Evo Morales foi a Cuba fazer tratamento médico

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, afirmou que o ex-presidente boliviano Evo Morales viajou a Cuba para realizar um tratamento médico. A informação foi dada por Fernández em entrevista à Rádio Continental, mas ele disse não saber detalhes sobre o assunto. “Nada impede que ele como refugiado político viaje a Cuba”, comentou.

Morales ficou no poder na Bolívia entre 2006 e 2019. No ano passado, após vencer eleição que foi considerada fraudada pela oposição, foi alvo de protestos e da pressão de parte das forças de segurança, acabando por renunciar à presidência. Ameaçado, fugiu do país, passou pelo México e, posteriormente, passou a viver na Argentina. Agora, tenta se candidatar ao Senado boliviano.

Segundo o jornal boliviano El Deber, Morales está entre as candidaturas “observadas” pelo Tribunal Superior Eleitoral, o que significa que ele deverá entregar mais informações solicitadas pelo órgão, correndo o risco de ter seu nome impugnado nas urnas. O candidato à presidência do partido de Morales – Movimento ao Socialismo (MAS) -, Luis Arce, é alvo do mesmo procedimento, com isso o MAS poderia não ter candidato ao comando do país na disputa marcada para 3 de maio. A sigla diz ser perseguida pelos oposicionistas, após a queda de Morales.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários