Sensor desacelera a 50,8 pontos em janeiro, diz Fiesp

O Sensor da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) desacelerou a 50,8 pontos em janeiro ante 51,9 em dezembro, na série com ajuste sazonal, informou nesta terça-feira, 4, a instituição. Como continuou acima dos 50 pontos, o indicador segue mostrando expectativas positivas para a indústria de transformação do Estado.

No período, as vendas recuaram 11,2 pontos, para 46,3 pontos, abandonando o campo positivo. Em médias móveis trimestrais, o dado recuou de 53,8 pontos para 51,9 pontos, mantendo-se acima da linha de 50 pontos. O indicador de mercado também saiu do espectro de boas expectativas ao cair 4,3 pontos, de 53,9 para 49,6.

Também registrou queda o indicador do emprego, de 52,0 pontos para 50,8 pontos. Apesar da oscilação negativa, o dado continua mostrando perspectiva de contratação, por estar acima dos 50 pontos.

Por outro lado, o indicador de investimento avançou 4,4 pontos, para 51,7, oscilando acima da marca dos 50 pontos pela primeira vez desde julho do ano passado.

“O Sensor do primeiro mês de 2020 apresentou resultados favoráveis. Os avanços dos componentes Estoque e Investimento, e a expectativa de aumento do emprego em janeiro colaboraram para manter o Indicador otimista pelo sexto mês consecutivo”, avaliou, em nota, o segundo vice-presidente da Fiesp, José Ricardo Roriz Coelho.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários