Viagem de Bolsonaro à China tem ‘planejamento bastante adiantado’

O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, disse nesta terça-feira, 25, que está em “planejamento bastante adiantado” a viagem do presidente Jair Bolsonaro à China no segundo semestre. A previsão é de que o presidente vá ao país em agosto, junto do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de acordo com o que foi anunciado pelo tucano em abril.

Bolsonaro terá um encontro bilateral com o presidente da China, Xi Jinping, nesta sexta-feira, 28, por ocasião de sua ida ao Japão para participar da cúpula do G-20. O porta-voz disse que ainda não tem detalhes sobre o que será conversado entre os dois mandatários, mas afirmou que, sendo a China o “maior parceiro comercial” do Brasil, “aspectos referentes a comércio e a troca dos interesses para ambos os países estarão à mesa”.

O presidente brasileiro planeja fazer reuniões bilaterais com outros chefes de Estado enquanto participa da cúpula do G-20. Além de Xi Jinping, Bolsonaro também irá se encontrar com Mohammed bin Salman, príncipe da Arábia Saudita, Narendra Modi, primeiro-ministro indiano e Lee Hsien-Loong, primeiro-ministro de Cingapura.

Questionado se a situação da Venezuela seria tratada durante a viagem, Rêgo Barros respondeu que o tema “sempre está na pasta principal de assuntos do governo”, e que “naturalmente” a questão será colocada em reuniões bilaterais com países que tenham “interesse em cooperar na solução desse problema”.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários