Doria: encontro com Bolsonaro foi para mostrar apoio de SP à reforma

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), disse nesta terça-feira, 11, durante coletiva ao lado do presidente Jair Bolsonaro, após terem se reunido a portas fechadas, na ala das autoridades do Aeroporto de Congonhas, que o encontro teve como finalidade mostrar o apoio do Estado à reforma da Previdência.

Doria, que se encontrou com o presidente no aeroporto porque ambos vieram de Brasília – o governador se encontrou com outros 24 governadores na capital federal para discutir a inclusão dos Estados e municípios na reforma da Previdência -, disse que não houve ainda uma deliberação de todos os governadores, mas que houve um sentimento de apoio pela reforma.

Ele disse que alguns pontos teriam sido resguardados com o relator da proposta da reforma deputado Samuel Moreira (PSDB-SP). “O bom entendimento será preservado para que os governadores não só apoiem a reforma como se envolvam com suas bancadas nos seus Estados para que, igualmente, votem a reforma da Previdência”, disse Doria.

Doria disse que, durante o encontro do Bolsonaro, teria reafirmado o “apoio incondicionalmente” à reforma da Previdência. “São Paulo não impõe nenhuma condição. Desde o início é incondicional dada a importância da reforma da Previdência para a retomada de emprego, retomada de crescimento e geração de oportunidades no Brasil”, disse o governador, ressaltando que o ato era para mostrar o apoio de São Paulo à reforma.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários