Ashleigh Barty bate Pliskova na final em Miami e fatura maior título da carreira

Em ascensão no circuito, a tenista australiana Ashleigh Barty conquistou neste sábado o maior título de sua carreira até agora. Aos 22 anos, a atual número 11 do mundo surpreendeu na final do Torneio de Miami a checa Karolina Pliskova pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/1) e 6/3, em 1h40min.

Barty soma agora quatro títulos no circuito, sendo que o de Miami é a sua maior conquista, por se tratar de um torneio de nível Premier Mandatory. O triunfo ainda fará a tenista a alcançar seu melhor ranking da carreira. Na próxima segunda-feira, ela vai figurar na nona colocação geral.

A tenista da Austrália confirma, enfim, a expectativa que a cerca desde que foi campeã juvenil de Wimbledon, em 2011. Sua entrada no mundo profissional não foi como o esperado e ela chegou até a desistir do esporte em 2014. Seu retorno aconteceu em 2016, quando passou a apostar mais nas duplas – hoje é a atual 6ª deste ranking, um caso raro de Top 10 nas duas listas da WTA.

Na quadra dura de Miami, Ashleigh Barty fez a diferença na final deste sábado com seu forte saque. Ela disparou 15 aces e dominou Pliskova, favorita ao título. A ex-número 1 do mundo anotou apenas seis aces. Barty, por sua vez, acertou 86% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço.

A australiana perdeu o saque apenas uma vez na partida, ainda no set inicial. Mas teve desempenho fulminante com o serviço na segunda parcial, sem sofrer qualquer ameaça. Ao mesmo tempo, obteve três quebras sobre a favorita, de 27 anos e atual 7ª do mundo.

Com o resultado da final deste sábado, o Torneio de Miami contou com sua quinta campeã diferente em suas últimas cinco edições no feminino.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários