Força Nacional e PF embarcam para conter onda de violência no Ceará

Após autorização do presidente Jair Bolsonaro (PSL), cerca de 60 policiais militares que integram a Força Nacional e outros 20 agentes da Polícia Federal chegaram à Base Aérea de Brasília para embarcar na tarde desta sexta-feira, 4, em aviões hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) com destino a Fortaleza (CE). As tropas vão reforçar a segurança nas ruas, por causa de uma onda de ataques criminosos no Ceará. A suspeita é de uma ação de facções criminosas que dominam o narcotráfico no País.

Em um primeiro momento, segundo um cabo e um sargento contaram à reportagem, os agentes seriam deslocados de ônibus, mas, para chegar mais rápido por causa do agravamento da crise de segurança, a FAB foi acionada para realizar o transporte. Segundo os agentes, outros voos devem partir ainda hoje da Base Aérea de Brasília com mais homens enviados ao Ceará.

O Estado de S. Paulo flagrou a chegada dos agentes de segurança portando fuzis e paramentados com mochilas táticas. A reportagem conversou com policiais federais e da Força Nacional. Eles confirmaram o destino e disseram que foram convocados às pressas entre ontem e hoje. Um deles relatou dificuldade de atuar nesse tipo de convocação, por falta de linha investigação clara, e ponderou que desde o ano passado ataques semelhantes vêm ocorrendo na região metropolitana de Fortaleza.

O auxílio no policiamento ostensivo será feito pela Força Nacional. Enquanto o reforço nas investigações fica a cargo da PF.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários